ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Santos populares 'fazem' festa à portuguesa
Revista PORT.COM • 12-Jun-2018
Santos populares 'fazem' festa à portuguesa



Junho é o mês dos Santos Populares com festas e arraiais por todo o país nas noites de Santo António, de São João e de São Pedro.

Junho é mês de festa e as principais são as Festas de Lisboa, de 12 para 13 de junho, dia de Santo António, e as do Porto, na noite de 23 para 24 de junho, quando se celebra o S. João. São festas com muita animação, em que o povo vem para a rua comer, beber e divertir-se pelas ruas dos bairros populares, engalanadas com arcos, balões coloridos e cheiros de manjerico.

Em Lisboa as marchas populares de cada bairro desfilam pela Av. da Liberdade, com centenas de figurantes, música, colorido e muito público. Mas a enchente e a animação não são menores nas ruas desses bairros, com destaque para Alfama, mas também para a Graça, Bica, Mouraria ou Madragoa. Nos largos e vielas medievais, come-se caldo verde e sardinha assada, canta-se e baila-se noite dentro. Este ano, a capital conta ainda com mais oferta, já que estão previstas diversas atividades para assinalar os vinte anos da exposição internacional Expo 98.

No Porto, a festa é idêntica em cor e alegria ao longo dos bairros mais tradicionais, como Miragaia, Fontainhas, Ribeira, Massarelos e outros. Os martelos de plástico e o fogo-de-artifício que é lançado à meia-noite em pleno rio Douro, além dos coloridos balões de ar quente, também não faltam, naquela que é uma das mais bonitas celebrações destes festejos populares.

A 29 de junho comemora-se ainda o São Pedro, também com festas populares em várias localidades do país, como Sintra ou Évora, ambas na lista do Património Mundial.

Em todas as festas é também de tradição saltar a fogueira e oferecer à namorada ou namorado aromáticos vasos de manjerico, onde se colocam quadras.

A maior parte das comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo também assinalam os Santos Populares. Na capital da Eslovénia, por exemplo, a 2.ª Edição da Festa de São João, promovida pela Revista Sardinha em Ljubljana, realizou-se no dia 9 de junho e não faltaram os petiscos tradicionais portugueses, como a feijoada e as bifanas.

«Este ano convidamos os nossos compatriotas de Comunidades Portuguesas em Munique, Viena, Zagreb, Trieste e um pouco por todo o mundo para se juntarem a nós e nos ajudarem a fazer esta festa», destaca João Costa, responsável pela Revista Sardinha.

Este evento é organizado com o apoio do Instituto Camões, por intermédio da Embaixada de Portugal em Viena, da Associação de Amizade Luso-Eslovena, da Mercearia de Portugal e da Revista PORT.COM.

Já no Luxemburgo, as festas dos Santos Populares são semelhantes às que se fazem em Portugal. Festas ao ar livre, dezenas de portugueses e lusodescendentes a dançarem música popular, outros tantos agarrados a um bocado de pão coberto por uma sardinha ou uma fêvera. Quase todas as cerca de 60 associações de portugueses organizam uma ou mais festas, seja no Santo António, no São João ou no São Pedro. Estes são apenas alguns exemplos, entre muitos outros, como as festas que acontecem em França, no Canadá, Estados Unidos, na Alemanha ou no Brasil.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A Santa Casa da Misericórdia de Paris
Daniel Bastos
Historiador
Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades
José Cesário
Deputado
Ser português fora é ter Portugal dentro
Isabelle Coelho-Marques
Presidente da NYPALC
DISCURSO DIRETO
Portugal Maior
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
«Português é uma língua com valor universal»
Luís Faro Ramos, presidente do Instituto Camões
PORTUGAL
«A China está pronta para nos acolher»
José Augusto Duarte, Embaixador de Portugal na China
CHINA
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ