ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Montalegre espera 'avalanche' de visitantes para a última sexta-feira 13 do ano
Revista PORT.COM • 13-Jul-2018
Montalegre espera 'avalanche' de visitantes para a última sexta-feira 13 do ano



Montalegre celebra hoje a última sexta-feira 13 do ano e prepara-se para receber uma 'avalanche' de visitantes nesta 'noite das bruxas' que dá movimento a toda a economia local.

O calendário ditou uma sexta-feira 13 em julho, tempo de calor, de férias e de regresso de emigrantes, pelo que Montalegre espera milhares de visitantes para esta que é uma das maiores festas de rua do país.

O presidente da autarquia, Orlando Alves, prevê "uma avalanche de gente" para hoje, dia em que, segundo o autarca, os protagonistas são precisamente os visitantes que se transformam em bruxas, demónios, figuras do além ou duendes.

Depois, ‘ao dobrar de cada esquina’, haverá um palco ‘onde acontece música’.

A dimensão da festa obriga a que, em cada edição, sejam melhoradas a organização e as condições de segurança, pelo que deixou de ser possível a atuação de grupos ambulantes pelas artérias da vila, o que o responsável reconhece que «tirou alguma singularidade» ao evento.

A festa em Montalegre arranca às 13H13 de hoje e o ponto alto continua a ser protagonizado pelo padre António Fontes, a quem cabe fazer a tradicional queimada, uma bebida feita à base de aguardente, limão, maçã, canela e açúcar e que “esconjura todos os males”.

O espetáculo no castelo é também feito de luz, cor e ritmo e termina com um fogo-de-artifício. Depois, será a vez da banda Blind Zero atuar.

Orlando Alves referiu que a organização do evento custa à volta de 160 mil euros, mas que o retorno para Montalegre "é muito maior".

A "noite das bruxas" é festejada desde 2002, em todas as sextas-feiras 13, e tornou-se numa das bandeiras de Montalegre e "num peso pesado" na promoção deste município do distrito de Vila Real.

Em 2018, assinalam-se duas sextas 13, uma em abril e outra, agora, em julho.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ