ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Livro mostra Marcelo Rebelo de Sousa como ‘o Presidente dos afetos’
Revista PORT.COM • 05-Nov-2018
Livro mostra Marcelo Rebelo de Sousa como ‘o Presidente dos afetos’



A Paulus Editora vai publicar esta semana o livro ‘Marcelo Rebelo de Sousa – O Presidente dos afetos’, de Cláudia Sebastião, olhando para o «lado humano, afetivo e para a dimensão social do Presidente da República».

A obra apresenta, no primeiro capítulo, o percurso biográfico de Marcelo Rebelo de Sousa, o «sonho de ser professor catedrático», o acompanhamento do Concílio Vaticano II, o “Grupo da Luz” e a atenção à justiça social no seu percurso como «professor catedrático, jornalista e político».

Os seis capítulos seguintes referem-se à presidência de Marcelo Rebelo de Sousa, que abraça «por missão», para ser «a voz dos que não têm voz», criar proximidade ao ponto de se descobrir «um chefe de Estado sentado no chão», com «preferência pelos idosos», que sentiu «o peso da tragédia dos incêndios», quis ser «voluntário de cuidados paliativos» e considera as «religiões essenciais à sociedade».

Em sete capítulos, Cláudia Sebastião mostra um presidente da República «conhecido como ‘Presidente dos Afetos’», que «tem o mesmo à-vontade com chefes de Estado e com presos ou sem-abrigo».

«É um homem de fé e acredita que a política deve servir os outros», refere a editora.

A obra da jornalista da revista ‘Família Cristã’ mostra Marcelo Rebelo de Sousa em ocasiões inesperadas, menos formais e de proximidade com todas as pessoas: «senta-se no chão a falar com sem-abrigo, abraça e conforta quem chora desesperadamente, dorme pouco, sabe tudo sobre medicamentos, prega partidas e brinca com crianças».

O livro resulta de mais de uma dezena de entrevistas a amigos do Presidente da República e a quem lidou “de perto” com Marcelo Rebelo de Sousa, da investigação das suas intervenções públicas, registadas em mais de 2000 vídeos até ao verão de 2018 na página da internet da presidência.

Para a redação da obra, Cláudia Sebastião fez a «análise de trabalhos jornalísticos, declarações públicas não oficiais e livros publicados».

Na introdução da obra, a autora refere que ao longo do livro revelam-se episódios pouco comuns para um Chefe de Estado, como embalar bebés na prisão de Tires, onde cumprimentou todas as reclusas e ensinou uma delas a «melhorar a maquilhagem, prolongando o risco sob os olhos».

«Dorme pouco, lê muito. Há quem lhe chame hiperativo. Sabe tudo sobre medicamentos, prega partidas e brinca com crianças. Ao visitar a Cova da Moura, ajuda uma mulher a apanhar a roupa e mostra como costuma estender a sua», escreve Cláudia Sebastião na introdução ao livro.

A publicação desta obra tem como objetivo “homenagear” o presidente da República, que celebra o 70º aniversário em dezembro, e «contribuir para que muitos possam conhecer o lado humano, afetivo e próximo de Marcelo Rebelo de Sousa».


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
As vivências da emigração portuguesa nos palcos do teatro
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ