ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Google Arts & Culture permite visitar arte portuguesa a partir de qualquer parte do mundo
Revista PORT.COM • 16-Jan-2019
Google Arts & Culture permite visitar arte portuguesa a partir de qualquer parte do mundo



Mais de 3.000 obras de arte e de 80 exposições portuguesas podem ser vistas virtualmente, através da Internet, em 360 graus e com ampliação ao detalhe, graças ao projeto 'Portugal: Arte e Património'

O projeto é uma parceria do Google Arts & Culture com a Direção-Geral do Património Cultural, que permite disponibilizar para o mundo inteiro mais de 3.000 obras do património cultural português, mais de 80 exposições virtuais (mais de 60 exposições e 20 'tours' de realidade virtual), e ainda uma viagem pelos marcos históricos descritos no guia para turistas de Fernando Pessoa, em 1925, no Google Earth.

A arquitetura, o teatro, a música, a história de Inês de Castro, mulheres que quebraram barreiras e uma viagem com Luís Vaz de Camões são as temáticas abrangidas pelas 'tours' em realidade virtual, dando a conhecer mais aprofundadamente os diferentes aspetos que compõem o património de Portugal.

Para tal, 22 instituições disponibilizaram as suas coleções, permitindo assim ir além do espaço físico, e abrir portas para que pessoas de todo o mundo possam conhecer a cultura portuguesa.

Para a ministra da Cultura, Graça Fonseca, esta é uma «extraordinária mais-valia para os nossos museus e monumentos, fundamentalmente para o nosso país».

«Com esta presença dos museus e monumentos nacionais na plataforma Google Arts & Culture, com mais de 3.000 obras digitalizadas e mais de mil em alta resolução, vai nos permitir a todos ver detalhes e conhecer histórias que provavelmente não conhecíamos», afirmou.

A ministra deu como exemplo o rinoceronte que está na Torre de Belém virado para o rio Tejo, e que não é fácil de ver tão próximo como a plataforma permite ver, e saber a história de por que é que há um rinoceronte na Torre de Belém.

Outro exemplo apontado pela governante como uma das possibilidades da plataforma é o de conhecer a história da razão por que a NASA decidiu atribuir o nome de Maria Helena Vieira da Silva a uma das suas crateras e «o que isso representa em termos de projeção internacional de um dos nomes maiores da cultura portuguesa».

Entre as mais de 3.000 obras de arte portuguesas digitalizadas no Google Arts & Culture, contam-se peças representativas da influência dos portugueses na arte japonesa, os icónicos azulejos, os coches e os grandes nomes da arte portuguesa.

Graça Fonseca sublinhou que este projeto é uma viagem pela cultura portuguesa, que tem a potencialidade de «mostrar o que não [se consegue] ver nem alcançar» e o «potencial de internacionalização», permitindo que alguém a muitos milhares de quilómetros se possa interessar e vir a Portugal ver presencialmente o património cultural.

A ministra lembrou ainda uma componente importante da tecnologia que é a de permitir «preservar espólios muito importantes, e é importante, com alguns incidentes graves que aconteceram recentemente, felizmente não em Portugal, a possibilidade de preservar para sempre o nosso património».

Graça Fonseca aludia ao incêndio no Museu Nacional do Brasil, em 2018, que consumiu o seu acervo cultural, incluindo peças ligadas a Portugal.

As coleções de Portugal: Arte e Património estão disponíveis neste site e na aplicação do Google Arts & Culture.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
Monumentos ao emigrante em Portugal
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ