ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Pianista português nos EUA antes de estreia no Carnegie Hall
Revista PORT.COM • 22-Abr-2019
Pianista português nos EUA antes de estreia no Carnegie Hall



O pianista Vasco Dantas participa esta semana no Festival Piano on the Rocks, no Arkansas, nos Estados Unidos, e atua em Filadélfia, antecipando a sua estreia em novembro no Carnegie Hall, em Nova Iorque.

Vasco Dantas toca de 26 a 28 deste mês no Festival Piano on the Rocks, em Sedona, cidade no Estado norte-americano do Arizona, onde se apresentou no ano passado.

No dia 26, na Igreja de Red Rocks, toca a solo Arabesques sobre 'Danúbio Azul'", de Johann Strauss e Schulz-Evler, e 'El Choclo', de Angel Villobo, segundo transcrição de Kyoko Yamamoto, com Sandrine Erdely-Sayo.

No dia seguinte, o pianista português apresenta-se na Igreja Metododista Unida para interpretar obras de Maurice Ravel e Claude Debussy. Finalmente, no domingo, dia 28, neste mesmo templo, apresenta-se a solo numa peça de Sergei Rachmaninoff, e acompanha a meio-soprano Carla Canales, num recital de canções de câmara de Georges Bizet e Leonard Bernstein.

Vasco Dantas tem a sua estreia no Carnegie Hall, em Nova Iorque, prevista para o dia 17 de novembro, um palco onde, na área clássica tocaram já os portugueses Maria João Pires, José Sequeira Costa e Paulo Santiago, ente outros.

"Para 2020" está previsto a edição do terceiro álbum do pianista, que foi gravado com a violoncelista Isabel Vaz, da Noord Nederlands Orkest, da Holanda, e do violinista Tomás Costa, da Orquestra Gulbenkian. Este CD é dedicado ao compositor Luís de Freitas Branco (1890-1955).

Vasco Dantas nasceu em 1992, começou a estudar piano aos quatro anos e apresentou-se em público aos seis, no Museu do Carro Elétrico, no Porto. Foi aluno do Conservatório de Música do Porto, onde estudou com a professora Rosgard Lingardson, terminando o curso com a nota máxima. Paralelamente, estudou violino, tendo feito parte de várias orquestars como Momentum Perpetuum, Orquestra XXI e a Metropolitana de Lisboa Júnior, como concertino.

Completou a licenciatura em Música com distinção no London Royal College of Music, sob a orientação de Dmitri Alexeev e Niel Immelman, estudando também direção de orquestra com Peter Stark e Natalia Luis-Bassa. Terminou o mestrado em Performance com nota máxima sob a orientação de Heribert Koch, na Universidade de Münster, na Alemanha, onde foi aceite para doutoramento 'Konzertexamen'.

Segundo o 'site' do pianista, já obteve "mais de 50 prémios" em concursos internacionais, entre os quais o 1.º Prémio no Concurso de Interpretação do Estoril, o 'Grand Prix' na Competição Internacional de Piano de Valletta, em Malta, e o Prémio Especial no Concurso Internacional Princesa Lalla Meryem, em Marrocos.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Macau: uma oportunidade ainda a descobrir
Alberto Carvalho Neto
Presidente da AJEPC
A importância da participação eleitoral nas comunidades
José Luís Carneiro
SECP
4 pilares para a prevenção de Alzheimer
George Perry
Diretor da Fac. de Ciências da Univ. do Texas
DISCURSO DIRETO
A preservação da memória e identidade da emigração portuguesa na toponímia
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Portugal a votos
José Caria, Diretor-Adjunto da PORT.com
PORTUGAL
Lusos em Luanda
Jack Soifer, Consultor Internacional
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ