ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Diana Niepce apresenta espetáculo de dança «12 979 DIAS»
Revista PORT.COM • 01-Out-2019
Diana Niepce apresenta espetáculo de dança «12 979 DIAS»



O espetáculo 12 979 DIAS nasce pelas mãos da bailarina Diana Niepce, com o objetivo de «combater a discriminação da sociedade e perpetuar uma mudança em nós e nos outros». Em palco nos dias 4 e 5 de outubro, a partir das 21 horas, na Biblioteca Marvila, a performance de dança surge na sequência do Laboratório de Dança criado por Diana e conta com o apoio da Associação Salvador.

Como o próprio nome indica, 12 979 DIAS é o somatório de dias que os artistas que integram o elenco estiveram internados como resultado da sua condição física ou psíquica. 

Contando as histórias de quem nele participa, este espetáculo aborda a estranheza da institucionalização, o espetáculo bizarro que esconde a ineficiência das políticas identitárias em torno da deficiência e expõe os corpos não normalizados como paralelo de muitos preconceitos que estão dentro de cada um de nós, numa linguagem dura e crua ao mesmo tempo.

André Ferreira, Bartosz Ostrowsky, Bruno Freitas, Carla Ribeiro, Diana Niepce, Joana Cadete, Karen Sampaio, Marta Xavier, Sara Ferreira e Paulo Sá são os rostos e corpos da deficiência, que diariamente quebram todas as barreiras e que dão corpo a esta performance. 

12 979 DIAS mantém uma conotação forte de dança contemporânea, enraizada desde o Laboratório de Dança. Desassociando-se da crença de que a deficiência física não é compatível com artes performativas, a artista afirma que o que procura “é uma dança contemporânea disponível para todos, com um autoconhecimento e controlo do corpo”.

Diana acredita que as pessoas com deficiência “não tem uma voz presente no nosso país e aqui eles têm espaço para a sua própria identidade, sem julgamentos e com espaço para erro. Aqui a deficiência é uma virtude e a acessibilidade tenta tornar-se mainstream”.

Com entrada gratuita, 12 979 DIAS é um espetáculo acessível a todos, uma vez que conta com sessões com audiodescrição e com condições de acesso para pessoas com mobilidade reduzida, deficiência visual e surdos.

 


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
Macau: uma oportunidade ainda a descobrir
Alberto Carvalho Neto
Presidente da AJEPC
A importância da participação eleitoral nas comunidades
José Luís Carneiro
SECP
4 pilares para a prevenção de Alzheimer
George Perry
Diretor da Fac. de Ciências da Univ. do Texas
DISCURSO DIRETO
A preservação da memória e identidade da emigração portuguesa na toponímia
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Portugal a votos
José Caria, Diretor-Adjunto da PORT.com
PORTUGAL
Lusos em Luanda
Jack Soifer, Consultor Internacional
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ