ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Presença portuguesa nos Óscares com nomeação de filme de animação «Klaus»
Revista PORT.COM • 14-Jan-2020
Presença portuguesa nos Óscares com nomeação de filme de animação «Klaus»



A produção espanhola «Klaus», dos diretores Sergio Pablos e Carlos Martínez López, foi nomeada para o Óscar de Melhor Longa-metragem de Animação, contando com os portugueses Sérgio Martins e Edgar Martins na equipa.

“Klaus: A Origem do Pai Natal”, do espanhol Sergio Pablos, cocriador dos filmes “Gru – o Maldisposto”, apresenta, de acordo com a Netflix, «um estilo de animação único que combina técnicas tradicionais de desenho 2D com a tecnologia mais avançada».

O filme, disponível naquela plataforma de streaming desde 15 de novembro, foi realizado na íntegra nos SPA Studios, em Madrid, com uma equipa que junta pessoas de mais de 20 países, incluindo dois portugueses: Sérgio Martins, Animation Supervisor, e Edgar Martins, Story Department Supervisora.

Já antes, “Klaus”, primeiro filme de animação da Netflix, havia sido nomeado para os prémios Annie, considerado o “aÓscar do cinema de animação”.

O filme conta com um elenco composto por nomes como Jason Schwartzman, J.K. Simmons, Rashida Jones, Joan Cusack, entre outros.

Já o filme “Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias”, da portuguesa Regina Pessoa, ficou de fora dos cinco nomeados aos Óscares na categoria de Melhor Curta-Metragem de Animação, do qual era um dos finalistas.

Multipremiada desde a estreia, a narrativa de “Tio Tomás, A Contabilidade Dos Dias” apresenta um homem, numa rotina do dia-a-dia do trabalho, e uma menina a quem ensina a desenhar na parede junto à lareira, com um pedaço de madeira queimada.

Nomeações

Joker (Coringa), de Todd Philips, está nomeado para 11 categorias, incluindo melhor filme, fotografia, realizador e a nomeação de Joaquin Phoenix para melhor ator.

Logo a seguir, todos com dez nomeações, surgem 1917, de Sam Mendes, O Irlandês, de Martin Scorsese e “Era uma vez em… Hollywood”, de Quentin Tarantino com Leonardo diCaprio e Brad Pitt na corrida ao Óscar de melhor ator e melhor ator secundário.

Para melhor atriz, entre as favoritas está Renee Zellwegger pela interpretação como Judy Garland e Scarlett Johasson em História de um Casamento.

Outro dos filmes com mais nomeações é sul-coreano. “Parasita” concorre em seis categorias incluindo a de melhor realização e melhor filme e melhor filme estrangeiro.

Mário Augusto, comentador de cinema da RTP, considera que o filme “O Irlandês” será um dos grandes derrotados do ano, tendo em conta, por exemplo, a ausência de Robert de Niro entre os nomeados para o Óscar de melhor ator.


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
InPortugal 2020 Paris quer desenvolver nova rede de embaixadores
Ricardo Simões
Diretor do InPortugal
Pacto Ecológico Europeu – uma primeira avaliação
Francisco Ferreira
Presidente da Direção da ZERO
Nação luso-brasileira
Igor Pereira Lopes
Jornalista e escritor
DISCURSO DIRETO
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
O Devir da Lusofonia
Isabelle de Oliveira, Investigadora
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ