ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Macedo de Cavaleiros promove o primeiro Entrudo Chocalheiro com selo da UNESCO
Revista PORT.COM • 22-Fev-2020
Macedo de Cavaleiros promove o primeiro Entrudo Chocalheiro com selo da UNESCO



O Município de Macedo de Cavaleiros acolhe a partir deste sábado, dia 22 fevereiro, até dia 25 deste mês, a primeira edição do Entrudo Chocalheiro com o selo da UNESCO, depois de as «Festas de Inverno: Carnaval de Podence» terem sido classificadas como Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Durante quatro dias, a aldeia de Podence acolhe o Carnaval mais genuíno de Portugal, num evento onde são esperados mais de 40 mil visitantes de sábado até terça-feira.

«Esperamos, como é normal, um aumento significativo do número de visitantes, tendo em conta todo o protagonismo que a classificação como Património Cultural Imaterial da Humanidade conferiu ao Entrudo Chocalheiro», frisa o presidente da Câmara de Macedo de Cavaleiros, Benjamim Rodrigues.

O autarca diz que o Entrudo Chocalheiro tem um impacto económico significativo no concelho, contribuindo para esgotar as unidades hoteleiras e de Alojamento Local, mas que não se cinge a Macedo de Cavaleiros.

«O Entrudo Chocalheiro de Podence é vantajoso para os concelhos vizinhos, diria que para todo o Nordeste Transmontano, contribuindo para lotar os hotéis, o alojamento local e os próprios restaurantes», sustenta.

Benjamim Rodrigues garante que «é uma injeção de dinamismo e de capital muito importantes para a região», estimando que o evento possa gerar receitas, no distrito, a rondar os três a quatro milhões de euros.

Organizado pela Associação Grupo Caretos de Podence, com a colaboração da Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros, da União de Freguesias de Podence e Santa Combinha e do Instituto Português do Desporto e Juventude, o programa do “Entrudo Chocalheiro” contempla passeios e visitas ao Geopark Terras de Cavaleiros; Geocruzeiros na Albufeira do Azibo; a Ronda das Tabernas, com 25 espaços aderentes em Podence; o Pregão Casamenteiro; a Queima do Entrudo; o Desfile de Marafonas; e o Festival do Grelo, que conta com a adesão de 26 restaurantes do concelho.

«Não vão faltar motivos para vir a Podence festejar aquele que é, de facto, o Carnaval mais genuíno de Portugal», adianta Benjamim Rodrigues.

O autarca promete quatro dias de muita animação, além, claro, de assistir à promoção da cultura ancestral das festas carnavalescas que continua a ser preservada pelos Caretos de Podence.


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ