ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Apoio aos artistas nos PALOP e Timor-Leste adapta atividades
Revista PORT.COM • 10-Abr-2020
Apoio aos artistas nos PALOP e Timor-Leste adapta atividades



O projeto da União Europeia de apoio ao emprego e cultura nos PALOP e Timor-Leste, Procultura, adaptou as atividades para mitigar os impactos económicos e sociais junto dos artistas destes países devido à pandemia da codiv-19.

Orçado em 19 milhões de euros, sendo 17,7 milhões financiados pela União Europeia, 1,2 milhões pelo Camões - Instituto da Cooperação e da Língua (organismo do Governo português que gere o projeto) e 90 mil euros pela Fundação Calouste Gulbenkian, este projeto pretende apoiar projetos para criação de emprego, formação, reforço das capacidades dos agentes culturais, dos artistas, da mobilidade na área cultural e na área do desenvolvimento nos países africanos lusófonos e em Timor-Leste.

“Atento ao contexto particularmente frágil do setor cultural e dos artistas nestes países”, o Procultura anunciou hoje que adaptou as atividades para contribuir "para a mitigação dos impactos económicos e sociais da pandemia” do novo coronavírus.

Uma das adaptações passou pela extensão do prazo de candidaturas até 30 de abril do “Diversidade”, um “instrumento de subvenções para pequenos projetos que contribuam para o emprego e diversidade cultural, aberto aos setores público e privado, em Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste”.

“Os operadores culturais dos PALOP e Timor-Leste podem conceber ou rever agora as suas propostas à luz das consequências económicas e sociais, dificuldades ou eventuais oportunidades criadas pelas medidas de emergência de saúde pública nas suas áreas de atividade”, lê-se no comunicado do projeto.

Por seu lado, continuam abertas até 1 de julho as candidaturas para atribuição de bolsas internacionais de licenciatura e mestrado para o próximo ano letivo, nas áreas da música e artes cénicas.

“Se as medidas de emergência de saúde pública que limitam a circulação internacional não forem levantadas a tempo do início do ano letivo, as candidaturas serão automaticamente consideradas para o próximo ano”, refere a nota.

As inscrições para os cursos intensivos sobre Empreendedorismo Cultural e Fontes de Financiamento em São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, para profissionais da economia criativa e cultural, continuam abertas, sendo que poderão realizar-se online ou, caso sejam levantadas as medidas globais de limitação da circulação de pessoas, serão retomados presencialmente nos países.

Estão abertas as inscrições para o curso de Pedagogia e Didática da Literatura Infantojuvenil em Moçambique, para educadores, professores e profissionais das escolas de formação inicial de professores.

“Logo que sejam levantadas as medidas globais de limitação da circulação de pessoas, a data do curso em Moçambique será anunciada”, prossegue a nota informativa.


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ