ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Lisboa celebra o ano novo chinês, o Ano do Galo
Revista PORT.COM • 23-Jan-2017
Lisboa celebra o ano novo chinês, o Ano do Galo



A zona do Martim Moniz recebeu, ao longo do fim de semana, um conjunto de desfiles, exposições fotográficas, atuações musicais e até uma feira tradicional. O ano novo chinês tem início a 28 de janeiro.

O novo ano chinês ainda não deu entrada, o que acontece a 28 de janeiro, mas já foi celebrado em Lisboa. A capital portuguesa, concretamente a zona do Martim Moniz, recebeu, no fim de semana de 21 e 22 de janeiro, um conjunto de desfiles, exposições fotográficas, atuações musicais e até uma feira tradicional, com o objetivo de assinalar o Ano do Galo de Fogo.

O Ministério da Cultura da República Popular da China participou na organização do evento, ao enviar para Lisboa a Companhia de Ópera Wu, de Zhejiang, e um grupo de artesãos chineses. A Companhia de Dança da Escola Secundária Pui Ching, de Macau, também esteve presente, assim como várias associações da comunidade chinesa em Portugal.

Na feira tradicional houve demonstrações de artesanato chinês, que incluíram teatros de sombra, recortes de papéis, esculturas de barro e argila e tecelagem de cânhamo. O ponto alto das comemorações foi o desfile do final da manhã de sábado, no qual a zona do Martim Moniz se viu invadida por dezenas de dragões movidos por cidadãos ocidentais e orientais.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Joe Silvey, um pioneiro da sociedade multicultural no Canadá
Daniel Bastos
Historiador
Sejam muito bem-vindos. Os Açores contam consigo!
Vítor Fraga
CEO da SDEA
As comunidades e a limpeza das matas
Paulo Pisco
Deputado do PS
DISCURSO DIRETO
Angola aqui e agora
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
«A lusofonia é o instrumento privilegiado de afirmação dos povos»
Vitor Ramalho
PORTUGAL
«Apostou-se muito no combate e pouco na prevenção»
Miguel Freitas
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ