ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

'Cantina-gourmet' portuguesa conquistou o novo Presidente francês
Revista PORT.COM • 09-Mai-2017
'Cantina-gourmet' portuguesa conquistou o novo Presidente francês



Emmanuel Macron gosta de vinho e de presunto portugueses, de uma boa conversa e fala com todos, do patrão ao empregado, na 'cantina gourmet' Da Rosa, em Paris, que já serviu Jacques Chirac.

José da Rosa, o patrão, é um amigo do francês eleito este domingo para presidência da República francesa, com quem fala de política, da família, de França e de Portugal, gostando de o aconselhar na descoberta de vinhos e produtos “gourmet” “made in Portugal”.

“O vinho que ele bebia de cada vez era um vinho do Douro. Também estou a importar o vinho do Pedro Vasconcelos e Sousa que tem uma adega que é uma das mais bonitas de Portugal que está no Alentejo, no Freixo. Eu disse há uns meses ao Emmanuel: “Tens que provar este que ainda é melhor que esse do Douro” e desde esse dia provou, gostou muito e quando vem é esse”, contou José da Rosa durante a campanha eleitoral.

Emmanuel Macron também gosta de beber, em ocasiões mais especiais, um copo do Freixo Family Collection, “o melhor do melhor”, e José da Rosa espera levar o vinho português para os salões do Palácio do Eliseu, onde o seu presunto pata negra já tinha deliciado o antigo presidente Jacques Chirac, mesmo a altas horas da noite.

“Também gosta de vinho, mas gostava muito de presunto. O presunto, ele guardava-o na cozinha dele privada, e quando acordava de noite ia cortar, bebia uma cerveja e cortava com a faca dele o presunto que a gente lhe vendia”, recordou.

À mesa de Emmanuel Macron, no restaurante “Da Rosa”, no bairro de Saint-Germain-des-Près, é habitual haver “presunto português ou espanhol pata negra, uma sopa do dia”, alcachofras italianas, “lardo di colonnata” italiano e o candidato ao Eliseu vai provando sugestões de José da Rosa, como um queijo português do Alentejo.

“Eu sempre lhe disse: ‘Um dia serás presidente, vais esquecer José da Rosa”. “Não, a gente é muito fiel”, disse-me ele e a Brigitte. “Depois da eleição, que passe ou não passe, eu estou aqui outra vez”, prometeu Emmanuel Macron, com José a afiançar que o facto dele ser eleito Presidente de França não vai modificar a amizade.

Pela “cantina gourmet” Da Rosa já passaram atores como Jean Dujardin, Marion Cotillard, Gilles Lellouche, Omar Sy e Vincent Lindon, políticos como o ex-primeiro-ministro Manuel Valls, o comissário europeu Pierre Moscovici ou o antigo ministro dos Negócios Estrangeiros Laurent Fabius, mas Emmanuel Macron e a esposa Brigitte são dos mais fiéis.

“Ele sempre foi muito humano com todas as pessoas, seja o patrão, o diretor, o empregado, o preto, o branco. É uma coisa que gosto muito no Emmanuel é ser tão humano que até pode parecer demais. Lembra-se do nome das pessoas. A Brigitte é uma pessoa muito simpática, agradável, que está muito, muito perto dele, ajuda-o muito e sempre vieram juntos”, afirmou.

José da Rosa foi “um dos primeiros fãs” de Emmanuel Macron, que recebe “há 11, 12 anos”, tendo acompanhado a sua carreira e tendo-lhe sugerido “há dois anos e meio”, quando ainda era ministro da Economia, para se candidatar a Presidente, ao que Macron respondeu que refletiria mais tarde, depois de concretizados os projetos no governo.

O franco-português de 52 anos, que chegou a França com seis anos, acredita que Macron “pode modificar a vida dos franceses e da França”, um país que precisa de “um eletrochoque”, e, por isso, votou no candidato centrista na primeira volta, repetiu na segunda volta, e sempre o defendeu perante os seus “800 clientes”, vizinhos, familiares e amigos.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Aqui, Brasil
Francisco Serra
Cônsul honorário de Portugal em Pelotas, Brasil
Condições mais favoráveis ao exercício do direito de voto
José Vítor Soreto de Barros
Presidente da Comissão Nacional de Eleições
Brasília, El Dorado Luso
Jack Soifer
Consultor Internacional
DISCURSO DIRETO
Um zacatrás por Portugal
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
Há condições para viver em Arcos de Valdevez
João Esteves, presidente da CM de Arcos de Valdevez
PORTUGAL
A comunidade portuguesa e a Venezuela
Paulo Pisco
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ