ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

imagem
Revista PORT.COM • 06-Ago-2017
Chaves promove pastel ao som do festival de música Identidades



Segundo a organização, até ao fim do dia de hoje são esperados mais de 50 mil visitantes.

Chaves promove, este fim de semana, o tradicional pastel, num evento que se cruza com o festival de música Identidades e quer atrair visitantes a este concelho do distrito de Vila Real.

"O objetivo é promover o pastel de Chaves, produto de Indicação Geográfica Protegida (IGP), e promover o território em termos turísticos", afirmou o presidente do município, António Cabeleira.

Por estes dias o pastel "é rei" na cidade, mas a valorização desta iguaria gastronómica cruza-se com a segunda edição do Festival Identidades, organizado pela Academia de Artes de Chaves.

"A importância deste evento é grande. Desde que iniciamos o processo de certificação, a produção, a divulgação e consumo de pastéis de Chaves, quer a nível nacional quer internacional, aumentou de forma significativa", afirmou António Cabeleira.

Para o autarca, isto "representa muito para a economia local, porque há mais unidades a produzir e aumentaram os postos de trabalho em torno deste produto".

"A feira continua a ter esse objetivo, chamar a atenção que temos um produto de excelência que se chama pastel de Chaves", sustentou.

O pastel de Chaves é um produto de pastelaria, em forma de meia-lua, constituído por massa finamente folhada, recheada com um preparado à base de carne de vitela picada.

O método de produção utilizado na obtenção da massa e do recheio, com pedaços de carne e cebola ligados pela ação do pão, baseia-se no saber fazer acumulado ao longo dos anos pelos padeiros do concelho de Chaves.

A produção diária ascende, segundo dados da Câmara Municipal de Chaves, a mais de 25.000 unidades, distribuídas por cerca de 30 unidades de produção, sendo que a maioria das pastelarias da cidade produz e vende o produto nas suas próprias instalações.

No palco instalado no jardim público da cidade vão atuar mais de uma dezena de grupos, nacionais e internacionais, como Celina da Piedade, OqueStrada, Terrakota e Trad.Attack.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Soldados portugueses que se tornaram emigrantes em França
Daniel Bastos
Historiador
Mercado Imobiliário: Algarve, destino de eleição para portugueses e franceses
Pedro Rosa
Consultor imobiliário
Osnabrück – Cidade da Paz
Wolfgang Griesert
Presidente da Câmara Municipal de Osnabrück
DISCURSO DIRETO
Bélgica, país de contrastes onde adoram portugueses
Catarina Moleiro
BÉLGICA
O mundo é pequeno, a China não
Miguel Madeira
CHINA
Num ano em França, tudo mudou!
Rita Sarmento
FRANÇA
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ