ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Chaves promove pastel ao som do festival de música Identidades
Revista PORT.COM • 06-Ago-2017
Chaves promove pastel ao som do festival de música Identidades



Segundo a organização, até ao fim do dia de hoje são esperados mais de 50 mil visitantes.

Chaves promove, este fim de semana, o tradicional pastel, num evento que se cruza com o festival de música Identidades e quer atrair visitantes a este concelho do distrito de Vila Real.

"O objetivo é promover o pastel de Chaves, produto de Indicação Geográfica Protegida (IGP), e promover o território em termos turísticos", afirmou o presidente do município, António Cabeleira.

Por estes dias o pastel "é rei" na cidade, mas a valorização desta iguaria gastronómica cruza-se com a segunda edição do Festival Identidades, organizado pela Academia de Artes de Chaves.

"A importância deste evento é grande. Desde que iniciamos o processo de certificação, a produção, a divulgação e consumo de pastéis de Chaves, quer a nível nacional quer internacional, aumentou de forma significativa", afirmou António Cabeleira.

Para o autarca, isto "representa muito para a economia local, porque há mais unidades a produzir e aumentaram os postos de trabalho em torno deste produto".

"A feira continua a ter esse objetivo, chamar a atenção que temos um produto de excelência que se chama pastel de Chaves", sustentou.

O pastel de Chaves é um produto de pastelaria, em forma de meia-lua, constituído por massa finamente folhada, recheada com um preparado à base de carne de vitela picada.

O método de produção utilizado na obtenção da massa e do recheio, com pedaços de carne e cebola ligados pela ação do pão, baseia-se no saber fazer acumulado ao longo dos anos pelos padeiros do concelho de Chaves.

A produção diária ascende, segundo dados da Câmara Municipal de Chaves, a mais de 25.000 unidades, distribuídas por cerca de 30 unidades de produção, sendo que a maioria das pastelarias da cidade produz e vende o produto nas suas próprias instalações.

No palco instalado no jardim público da cidade vão atuar mais de uma dezena de grupos, nacionais e internacionais, como Celina da Piedade, OqueStrada, Terrakota e Trad.Attack.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A Santa Casa da Misericórdia de Paris
Daniel Bastos
Historiador
Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades
José Cesário
Deputado
Ser português fora é ter Portugal dentro
Isabelle Coelho-Marques
Presidente da NYPALC
DISCURSO DIRETO
Portugal Maior
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
«Português é uma língua com valor universal»
Luís Faro Ramos, presidente do Instituto Camões
PORTUGAL
«A China está pronta para nos acolher»
José Augusto Duarte, Embaixador de Portugal na China
CHINA
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ