ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Viagem gastronómica entre Alentejo, Beira Baixa e Douro
Revista PORT.COM • 12-Mai-2018
Viagem gastronómica entre Alentejo, Beira Baixa e Douro



A Revista PORT.COM foi 'provar Portugal'. Percorremos estradas sinuosas e paisagens a perder de vista, entre o Alentejo, a Beira Baixa e o Douro, para conhecer os sabores originais portugueses que transmitem o espírito de cada uma destas regiões. Escolha os sapatos mais confortáveis e faça-se ao caminho. Há muito Portugal para conhecer e (a)provar.

Alentejo – Da agricultura biológica ao mármore

A primeira paragem para "provar Portugal" é em pleno Alentejo. Se está a pensar que é uma monotonia, desengane-se. Esta viagem pelos sabores mais autênticos de Portugal começa na Herdade Freixo do Meio, um ecossistema criado pelo homem. Visite a herdade onde proliferam os sobreiros e as azinheiras que servem de matéria prima para diferentes produtos, como o porco preto alentejano, de agricultura orgânica, peru preto e a cortiça (não fosse Portugal o produtor de 50% da cortiça existente em todo o mundo). 

Há 20 anos que a agricultura na Herdade do Freixo do Meio é produzida de forma biológica. E esse resultado é aplicado também na gastronomia. Das árvores é retirado o pinhão, a bolota do sobreiro e da azinheira, da qual fazem café, farinha, bolachas, bolos, pão. Colhem também medronhos, espargos e também produzem produtos hortícolas, numa paisagem povoada de árvores de fruta e oliveiras (para fazer azeite). 

Já está com apetite? Então prove o cozido tradicional alentejano, prato gastronómico feito numa panela de barro, tradição que a herdade recuperou através do conhecimento local. O cozido é confecionado com os produtos da herdade (hortícolas, leguminosas, carnes e enchidos), sendo acompanhado por azeitonas, pão alentejano (feito no forno de lenha), fruta da época e vinho Mandala.

Beba um café de bolota, acompanhe com uma fatia de bolo (de bolota) e descanse um pouco, a apreciar a paisagem envolvente da herdade.

Ainda no Alentejo, rume a Évora para visitar esta cidade emblemática e aprenda a fazer a Encharcada do Convento de Santa Clara, uma iguaria da doçaria conventual, com o Chef António Nobre, no hotel M’AR de Ar Muralhas (veja a receita aqui).

Para terminar esta visita ao Alentejo em grande, faça check in no Marmóris Hotel & SPA, todo decorado com recurso ao mármore típico da pitoresca Vila Viçosa e recorde o sabor dos pratos feitos pela avó, num jantar confecionado pela equipa dirigida pelo Chef Pedro Mendes: experimente os “Pezinhos de coentrada numa homenagem a Paul Bocuse” e a sobremesa “Laranjeira da Vila – Desconstrução da laranjeira em sete texturas”. Acredite, é de comer e chorar por mais. 

 

Leia o roteiro na íntegra na edição de maio da PORT.COM.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Emigração traz riqueza
Jack Soifer
Jack Soifer, Consultor internacional
Mudanças na legislação eleitoral, conquista ou oportunidade perdida?
José Cesário
Deputado
O Festival Kunchi e os laços ancestrais entre Portugal e o Japão
Daniel Bastos
Historiador
DISCURSO DIRETO
Macau, ponto focal do comércio Portugal-China
Paulo Alexandre Ferreira, Secretário de Estado Adjunto e do Comércio
PORTUGAL
Importância estratégica de Macau
José Caria, Diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
«Adega Mayor representa uma aposta de crescimento»
Rita Nabeiro, Diretora da Adega Mayor
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ