ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Viagem gastronómica entre Alentejo, Beira Baixa e Douro
Revista PORT.COM • 12-Mai-2018
Viagem gastronómica entre Alentejo, Beira Baixa e Douro



A Revista PORT.COM foi 'provar Portugal'. Percorremos estradas sinuosas e paisagens a perder de vista, entre o Alentejo, a Beira Baixa e o Douro, para conhecer os sabores originais portugueses que transmitem o espírito de cada uma destas regiões. Escolha os sapatos mais confortáveis e faça-se ao caminho. Há muito Portugal para conhecer e (a)provar.

Alentejo – Da agricultura biológica ao mármore

A primeira paragem para "provar Portugal" é em pleno Alentejo. Se está a pensar que é uma monotonia, desengane-se. Esta viagem pelos sabores mais autênticos de Portugal começa na Herdade Freixo do Meio, um ecossistema criado pelo homem. Visite a herdade onde proliferam os sobreiros e as azinheiras que servem de matéria prima para diferentes produtos, como o porco preto alentejano, de agricultura orgânica, peru preto e a cortiça (não fosse Portugal o produtor de 50% da cortiça existente em todo o mundo). 

Há 20 anos que a agricultura na Herdade do Freixo do Meio é produzida de forma biológica. E esse resultado é aplicado também na gastronomia. Das árvores é retirado o pinhão, a bolota do sobreiro e da azinheira, da qual fazem café, farinha, bolachas, bolos, pão. Colhem também medronhos, espargos e também produzem produtos hortícolas, numa paisagem povoada de árvores de fruta e oliveiras (para fazer azeite). 

Já está com apetite? Então prove o cozido tradicional alentejano, prato gastronómico feito numa panela de barro, tradição que a herdade recuperou através do conhecimento local. O cozido é confecionado com os produtos da herdade (hortícolas, leguminosas, carnes e enchidos), sendo acompanhado por azeitonas, pão alentejano (feito no forno de lenha), fruta da época e vinho Mandala.

Beba um café de bolota, acompanhe com uma fatia de bolo (de bolota) e descanse um pouco, a apreciar a paisagem envolvente da herdade.

Ainda no Alentejo, rume a Évora para visitar esta cidade emblemática e aprenda a fazer a Encharcada do Convento de Santa Clara, uma iguaria da doçaria conventual, com o Chef António Nobre, no hotel M’AR de Ar Muralhas (veja a receita aqui).

Para terminar esta visita ao Alentejo em grande, faça check in no Marmóris Hotel & SPA, todo decorado com recurso ao mármore típico da pitoresca Vila Viçosa e recorde o sabor dos pratos feitos pela avó, num jantar confecionado pela equipa dirigida pelo Chef Pedro Mendes: experimente os “Pezinhos de coentrada numa homenagem a Paul Bocuse” e a sobremesa “Laranjeira da Vila – Desconstrução da laranjeira em sete texturas”. Acredite, é de comer e chorar por mais. 

 

Leia o roteiro na íntegra na edição de maio da PORT.COM.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
O Observatório dos Lusodescendentes
Daniel Bastos
Historiador
La Lys: Celebrações com sentido reparador
Paulo Pisco
Deputado do PS
Ser português fora é ter Portugal dentro
Isabelle Coelho-Marques
Presidente da NYPALC
DISCURSO DIRETO
A Oriente nada de novo?
José Caria
PORTUGAL
“Acreditem no potencial que existe nas comunidades”
Isabelle Coelho-Marques
PORTUGAL
“Não foi por acaso que Portugal foi o melhor destino do mundo em 2017”
Pedro Machado
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ