ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Cerveja, a bebida preferida dos portugueses
Revista PORT.COM • 31-Jul-2018
Cerveja, a bebida preferida dos portugueses



O Dia Internacional da Cerveja comemora-se a 3 de agosto e celebra uma bebida que está em crescimento no mercado português.

O verão é a época do ano em que as marcas de cerveja registam o pico de vendas. Só os quatro meses de verão - de junho a setembro - representam cerca de 60% das vendas anuais destas bebidas. O seu paladar e caraterísticas, como frescura e leveza, tornam-na bastante apreciada em vários momentos, seja nas esplanadas, em casa, nos restaurantes, nas discotecas, nas festas ao ar livre, nos festivais de verão, nas plateias de competições desportivas e até nas praias. E os portugueses têm cada vez mais por onde escolher, com a recente vaga de novas marcas a aparecer no mercado nacional, quase todas artesanais.

Segundo divulgaram os Cervejeiros de Portugal, o consumo de cerveja em Portugal cresceu 8% no ano passado face a 2016, atingindo os 51 litros consumidos per capita, e as exportações subiram 12,6%.

De acordo com esta entidade, estes números «atestam a vitalidade do setor e a sua importância para o PIB [produto interno bruto] nacional», referindo que o consumo ‘per capita’ atingiu «os 51 litros face aos 47 litros em 2016».

Além disso, «as exportações, que rondam os 200 milhões de litros, ajudam a sustentar o equilíbrio da balança comercial nacional», adiantam os Cervejeiros de Portugal, realçando que os resultados de 2017 «demonstraram que este é um setor em permanente renovação bem patente na proliferação de cada vez mais empresas cervejeiras e microcervejeiras a lançar novos tipos de cervejas».

As marcas industriais Sagres e Super Bock continuam a dominar o mercado, mas não reprovam este despontar de PME do setor cervejeiro. Aliás, ambas as marcas já produzem também cervejas artesanais. Uma tendência que veio para ficar.

 

“Loiras” artesanais estão a ganhar mercado

As cervejas artesanais têm vindo a ganhar cada vez mais peso no consumo em Portugal e já estão a ditar algumas mudanças de hábitos junto do público que as consome.

Alcoólicas e complexas foram, a pouco e pouco, conquistando o seu espaço e já entraram na moda. Inicialmente destinavam-se a nichos de apreciadores, mas agora já ganharam uma nova dimensão e a sua produção já está mais complexa. Neste momento, já existem cerca de 80 produtores e mais de 130 marcas.

Algumas já começaram a ser vendidas em grandes superfícies comerciais, outras ainda não possuem dimensão suficiente, mas já se dão a conhecer em festivais. A verdade é que a exclusividade é a alma do negócio e cada produtor aposta nas suas receitas “secretas”.

Na edição de agosto da PORT.COM, fique a conhecer algumas das marcas que mais têm dado que falar.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Emigração traz riqueza
Jack Soifer
Jack Soifer, Consultor internacional
Mudanças na legislação eleitoral, conquista ou oportunidade perdida?
José Cesário
Deputado
O Festival Kunchi e os laços ancestrais entre Portugal e o Japão
Daniel Bastos
Historiador
DISCURSO DIRETO
Macau, ponto focal do comércio Portugal-China
Paulo Alexandre Ferreira, Secretário de Estado Adjunto e do Comércio
PORTUGAL
Importância estratégica de Macau
José Caria, Diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
«Adega Mayor representa uma aposta de crescimento»
Rita Nabeiro, Diretora da Adega Mayor
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ