ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Descobrir os vinhos do Montenegro
Revista PORT.COM • 06-Out-2018
Descobrir os vinhos do Montenegro



Provenientes de vinhas situadas no local mais pitoresco do Montenegro, a Lipovac oferece vinhos únicos produzidos em ânforas, com recurso a técnicas milenares. Agora já estão em Portugal.

A melhor forma de conhecer um vinho é prová-lo. E se ainda não conhecemos os vinhos do Montenegro, a Lipovac Wines dá uma ajuda, trazendo-os agora para o mercado português. Recentemente, a empresa montenegrina apresentou a sua gama de vinhos, composta por seis variedades, no espaço Mundo do Vino, em Lisboa.

A empresa nasceu pela mão do empresário russo Ravil Shaikhutdinov, que sentiu «amor à primeira vista» quando percebeu o potencial que o Montenegro tinha para oferecer em matéria de natureza e belos cenários.

«Reparei que a minha paixão de longa data pelo vinho francês, italiano e georgiano poderia tornar-se realidade neste solo». Foi a empresa de Ravil que alocou fundos para a construção da destilaria Lipovac, lançada em 2015 em Cetinje, capital histórica do Montenegro.

É aqui, mais precisamente nas encostas Građani, que rodeiam o Lago Skadar (o maior dos Balcãs e uma famosa reserva natural no país), que se encontram as vinhas da empresa vitivinícola. O efeito traduz-se num anfiteatro natural, popularmente apelidado de “vinhedo de nuvem”. Os socalcos suportados por muros de pedra estão sempre virados para o sol e ao longo do dia vão acumulando calor, que libertam nas vinhas durante a noite, fazendo com que as uvas libertem a quantidade máxima de açúcar.

Mas há outra característica que distingue estes vinhos. Além das técnicas tradicionais de vinificação e maturação em barricas de inox e de carvalho francês, a Lipovac usa ânforas e kvevri (ânforas enterradas no chão), uma forma de produzir vinho que remonta ao século VIII a.C. e à época do Reino de Urartu. Esta integra, aliás, desde 2011, a Lista do Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO.

 

Os vinhos

Idea – Branco seco de cor dourada, excelente complexidade e estrutura, com acentos de flores frescas e pêssego branco.

Harmonia – Rosé seco de cor salmão, feito ao estilo clássico da Provença, com sabor leve, estrutura delicada e notas de framboesas e morangos.

Concept – Tinto seco de cor rubi, estrutura média e notas de fruta madura.

Model – Tinto seco de cor granada, caracterizado por uma estrutura boa e elegante. Adequado para o envelhecimento prolongado na garrafa. Notas de fruta destacam-se no seu aroma.

Gea – Branco seco de cor âmbar, fragrância de flores brancas e mel, com notas de incenso. Denso na boca, com final arredondado e taninos leves.

Tellus – Tinto seco de cor rubi profunda, aroma intenso a cerejas, amoras e frutos do bosque, excelente estrutura ácida e equilíbrio de taninos.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A CPLP mais perto das pessoas
Francisco Ribeiro Telles
Secretário Executivo da CPLP
Gestão multicultural das equipas
António Cunha Meneses Abrantes
Professor Auxiliar na ICN Business School de Nancy
Já se ouve o Fado na Eslovénia
João Pita Costa
Editor da revista luso-eslovena Sardinha
DISCURSO DIRETO
Memórias e recordações da emigração portuguesa na Alemanha
Daniel Bastos
PORTUGAL
«Existe muita exploração laboral perpetrada por portugueses»
Luísa Semedo
FRANÇA
«Mercado chinês tem potencial para as empresas portuguesas»
José Augusto Duarte
CHINA
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ