ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Lisboa recebeu uma das maiores trufas da História mundial
Revista PORT.COM • 27-Nov-2018
Lisboa recebeu uma das maiores trufas da História mundial



O 'Cavaleiro das Trufas de Alba e dos Vinhos de Alba' apresentou em Lisboa uma trufa branca de 1,153 quilogramas, a maior alguma vez vista em Portugal.

Lisboa recebeu a maior trufa branca da década, com 1 153 kg, pela mão do chef Tanka Sapkota. Este foi agraciado, a 10 de novembro, em Alba, com o título de 'Cavaleiro das Trufas Brancas e dos vinhos de Alba' pela Ordem dos Cavaleiros do Tartufo de Alba, sendo o único em Portugal a ter recebido essa honraria por parte desta confraria eno-gastronómica existente desde 1967.

Há 25 anos que o chef Tanka trabalha com este produto e o serve todos os anos aos seus clientes, o que fez dele uma referência na área da trufa branca no país.

«Receber este diploma representa para mim um grande orgulho», afirmou o chef Tanka Sapkota, que tem noção do prestígio e da responsabilidade que o prémio implica.

«Todos os anos vou a Alba, onde fiz amigos e onde tenho um caçador de trufas que me consegue arranjar as trufas mais frescas».

Foi assim que o chef nepalês conseguiu trazer para Portugal esta trufa branca de 1, 153 gramas, a maior da década na Europa, e uma das maiores da História. O montante de aquisição da trufa nunca foi revelado - mas o valor de mercado deste ingrediente, em 2018, colocou uma trufa de 880g a um preço de 85 000 euros.   

Desde 1996 em Portugal, depois de ter vivido e trabalhado na Alemanha e em Itália, Tanka Sapkota apaixonou-se e especializou na gastronomia italiana. Hoje, possui três restaurantes em Lisboa, onde serve comida de excelência: o Come Prima, o Forno d’Oro e o Il Mercato.

A trufa que foi apresentada em Lisboa não é apenas uma trufa - nem tão somente a maior trufa da década. Ela é também o símbolo do que um produto gastronómico pode fazer por uma região, a nível turístico e económico. E do que em Portugal também poderia ser feito em torno dos produtos icónicos de cada região.

O menu com trufa branca do Come Prima, harmonizado com produtos nacionais e vinhos portugueses de topo, pode ser degustado até 8 de dezembro. 


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A CPLP mais perto das pessoas
Francisco Ribeiro Telles
Secretário Executivo da CPLP
Gestão multicultural das equipas
António Cunha Meneses Abrantes
Professor Auxiliar na ICN Business School de Nancy
Já se ouve o Fado na Eslovénia
João Pita Costa
Editor da revista luso-eslovena Sardinha
DISCURSO DIRETO
Memórias e recordações da emigração portuguesa na Alemanha
Daniel Bastos
PORTUGAL
«Existe muita exploração laboral perpetrada por portugueses»
Luísa Semedo
FRANÇA
«Mercado chinês tem potencial para as empresas portuguesas»
José Augusto Duarte
CHINA
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ