ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Governo dos Açores quer ajustar oferta à procura nas ligações aéreas inter-ilhas
Revista PORT.COM • 14-Nov-2017
Governo dos Açores quer ajustar oferta à procura nas ligações aéreas inter-ilhas



A secretária dos Transportes e Obras Públicas dos Açores, Ana Cunha, admitiu a necessidade de ajustar 'a oferta à procura' na operação inter-ilhas da companhia aérea SATA, que tem sido alvo de diversas críticas.

"Julgo que o grande desafio na parte dos transportes aéreos será aproximar, ao nível do inter-ilhas, a oferta à procura, dados os constrangimentos que foram publicamente assumidos durante este verão", disse Ana Cunha aos jornalistas.

A governante, que foi ouvida na Comissão de Economia do parlamento dos Açores, reunida na Horta, ilha do Faial, a propósito das propostas de Plano e Orçamento para 2018, admitiu também alterações na estrutura acionista da Azores Airlines, do grupo SATA, que assegura as ligações para fora do arquipélago.

"O processo de abertura a capitais privados da Azores Airlines é um processo negocial que ainda está em curso", explicou Ana Cunha, garantindo, contudo, que "existem algumas premissas das quais o Governo Regional não abdicará".

Uma dessas premissas passa por manter, no setor público, a maioria do capital social da companhia aérea, mas também a "manutenção do objeto social" da Azores Airlines, que é "servir os açorianos", referiu.

"A manutenção das rotas entre os Açores e o continente nunca poderá ser algo que seja posto em causa, assim como não poderá ser a ligação ao Canadá e aos Estados Unidos, às nossas comunidades de emigrantes", frisou a governante.

Ana Cunha destacou, por outro lado, o investimento previsto pelo Governo Regional no transporte marítimo de passageiros, através do lançamento de um novo concurso público internacional para a construção e concessão de um ‘ferry’, que deverá estar operacional em 2020.

"É um processo concursal, mas seguindo a sua cronologia normal, prevê-se que em 2020 possa já estar operacional. No entanto, como todo e qualquer processo, poderão existir algumas vicissitudes, que são normais neste tipo de procedimentos", observou a secretária regional.

As propostas de Plano e Orçamento do executivo açoriano para 2018 contemplam um investimento total superior a 150 milhões de euros para as áreas dos transportes (aéreos, marítimos e terrestres), das obras públicas e das comunicações.

O Orçamento da região para o próximo ano ascende a 1.292 milhões de euros, dos quais 503 milhões estão inscritos no Plano de Investimentos (753 milhões, incluindo os fundos comunitários), documentos que serão discutidos e votados em plenário na última semana de novembro.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Aqui, Brasil
Francisco Serra
Cônsul honorário de Portugal em Pelotas, Brasil
Condições mais favoráveis ao exercício do direito de voto
José Vítor Soreto de Barros
Presidente da Comissão Nacional de Eleições
Brasília, El Dorado Luso
Jack Soifer
Consultor Internacional
DISCURSO DIRETO
Um zacatrás por Portugal
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
Há condições para viver em Arcos de Valdevez
João Esteves, presidente da CM de Arcos de Valdevez
PORTUGAL
A comunidade portuguesa e a Venezuela
Paulo Pisco
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ