ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Lisboa mais uma vez finalista da Capital Verde Europeia
Revista PORT.COM • 20-Abr-2018
Lisboa mais uma vez finalista da Capital Verde Europeia



A Comissão Europeia anunciou esta quarta-feira, 18 de abril, as três cidades finalistas ao título de Capital Verde Europeia 2020, uma iniciativa que premeia as cidades que apostam em políticas sustentáveis para se tornarem amigas do ambiente. Lisboa é a única portuguesa entre as finalistas e Guimarães, a outra candidata nacional, fica excluída da lista final de candidaturas.

O prémio de Capital Verde Europeia é o maior título ambiental que pode ser atribuído na Europa a uma cidade com mais de 100 mil habitantes. A capital portuguesa concorre pela terceira vez e, pela segunda consecutiva, é finalista na corrida ao título de Capital Europeia Verde de 2020, onde vai disputar o título com as cidades de Ghent, na Bélgica, e Lahti, na Finlândia.

Já a cidade de Guimarães, que se candidatou pela primeira vez e tem feito do desígnio verde a principal aposta municipal, ficou pelo caminho na primeira seleção. Ressalve-se que o presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, adiantou que ia “intensificar o nosso esforço e o nosso trabalho para apresentar uma nova candidatura, convictos da forte esperança que temos para aspirar a ser Capital Verde Europeia".

Os critérios de avaliação usados que levaram à lista final, consistiam em 12 parâmetros ambientais: Alterações Climáticas (Mitigação e Adaptação), Mobilidade Urbana Sustentável, Planeamento Urbano Sustentável, Natureza e Biodiversidade, Qualidade do Ar, Ruído, Resíduos, Água, Crescimento verde e eco-inovação, Eficiência energética e Governança.

Segundo a autarquia lisboeta, esta escolha é já um justo prémio para valorizar as políticas de qualificação urbana e ambiental que têm vindo a ser adotadas de uma forma consistente nestes últimos anos na cidade, e onde estão reunidas as condições para que o prémio seja atribuído a Lisboa.

Caso a capital portuguesa ganhe o título da cidade mais “verde”, anunciado no dia 21 de junho, não só é a primeira cidade de Portugal a conseguir o galardão ambiental, como também passa a ser a primeira cidade do Sul da Europa a conquistar o título que é entregue pela Comissão Europeia desde 2010.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
A emigração portuguesa para a Holanda
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ