ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Mira quer atrair mais visitantes em três dias de festa no 'réveillon'
Revista PORT.COM • 13-Nov-2018
Mira quer atrair mais visitantes em três dias de festa no 'réveillon'



O 'réveillon' da Praia de Mira, que terá como cabeça de cartaz o cantor C4 Pedro, vai ser antecedido por três dias de festas, desfiles e iniciativas culturais e desportivas.

A Câmara de Mira decidiu levar à letra o mote da Turismo Centro para 2018 ("Um dia é bom, dois é ótimo e três nunca é demais") e projetou três dias de festas, tendo em conta que a passagem de ano ocorre de uma segunda para terça-feira.

«Queremos aproveitar o fim de semana alargado para atrair mais visitantes, reforçando a componente nacional do evento», referiu o presidente da Câmara, Raul Almeida, durante a apresentação do evento, em Lisboa.

A autarquia, tendo como parceiro privilegiado a estação de rádio RFM, espera atrair 40 mil visitantes, a um evento cujo orçamento cresceu para 90 mil euros.

Tal como aconteceu no ano passado, a autarquia e a Turismo Centro irão candidatar o evento a fundos comunitários, à partida ao programa Valorizar.

«Mas estamos a estudar alternativas», refere o líder da Turismo Centro, Pedro Machado.

O evento é encarado como um momento único de projeção de um concelho que nos últimos dois anos foi atingido pelos incêndios e pela tempestade Leslie, que deixaram um rasto de destruição e milhões de euros de prejuízos.

«A passagem de ano é uma aposta no combate à sazonalidade. Faz mexer a economia local, leva a todo o país o nome de Mira e ajuda muito a economia local», diz Raul Almeida. «A vida são dois dias, e a passagem de ano na Praia de Mira são três», graceja.

Os planos da autarquia vão ao encontro dos desejos da Turismo Centro de aumentar a duração média de estadia dos turistas na região. Esta componente nacional levou os organizadores a apresentar o evento em Lisboa, numa sessão especialmente organizada para os jornalistas da capital.

«Precisamos da ajuda de todos na divulgação de um evento tão importante para a região», disse Pedro Machado, lembrando que uma das campanhas nacionais da Turismo centro foi recentemente galardoada internacionalmente.

A campanha promocional "Turismo Centro Portugal - Visitar e Ficar é Ajudar", lançada na sequência dos incêndios que atingiram o Centro do país em 2017, venceu na semana passada um dos principais prémios Internacionais de viagem e turismo.

«Esta distinção mostra que no meio da tragédia nasce a esperança. A esperança renovada num destino, na sua atratividade, bem espelhada nesta campanha», resume o presidente da Turismo Centro, Pedro Machado, que considera que conquista inédita «prestigia o país, o setor do Turismo e a marca Centro de Portugal».


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ