ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Cadeia hoteleira grega quer investir 750 milhões de euros em Portugal e Espanha
Revista PORT.COM • 19-Nov-2018
Cadeia hoteleira grega quer investir 750 milhões de euros em Portugal e Espanha



O grupo hoteleiro Ikos, quer investir 750 milhões em quatro projetos hoteleiros em Portugal e Espanha nos próximos cinco anos. No entanto, o objetivo é ter mais de 100 projetos na Península Ibérica.

A Ikos Group, uma cadeia hoteleira da Grécia, quer investir 750 milhões de euros em quatro projetos hoteleiros na Península Ibérica nos próximos cinco anos. O grupo está à procura de unidades com, pelo menos, 25 mil metros quadrados, que possam depois ser restauradas e adaptadas a certos padrões. O primeiro resort na Península Ibérica vai abrir portas em 2020 na cidade espanhola de Estepona.

Com sede na Grécia, o Ikos Group pretende expandir-se internacionalmente e, para isso, escolheu a Península Ibérica. Segundo o presidente executivo do grupo, Andreas Andreadis, citado pelo jornal espanhol LaVanguardia, «estão disponíveis estão 750 milhões para a compra de quatro hotéis nos dois países até 2023».

Luis Herault, CEO da Ikos Iberia, explicou que, na Península Ibérica, o foco são Espanha, principalmente a costa mediterrânea (Palma de Maiorca, Baleares, Andaluzia e a zona este) e Portugal. Em cima da mesa está também a ser estudada a hipótese de uma entrada nas ilhas Canárias, mas, a vir a acontecer, não será para os próximos tempos.

Para os mais de 100 projetos que o grupo grego pretende implementar em Portugal e Espanha — dos quais quatro vão nascer nos próximos cinco anos –, Herault diz não ser fácil encontrar produtos que encaixem nas necessidades.

«Não é fácil encontrar produtos que correspondem às nossas expectativas. Procuramos grandes áreas de 65 mil metros quadrados, com acesso direto à praia e onde possam ser construídos, pelo menos, 300 quartos. Para além disso, é importante haver um grande aeroporto a uma curta distância», explicou.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ