ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Portugal: A ambição de ser uma referência mundial de enoturismo
Revista PORT.COM • 08-Abr-2019
Portugal: A ambição de ser uma referência mundial de enoturismo



O programa de ação para o Enoturismo foi apresentado pelo presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo.

Portugal, o melhor destino turístico do mundo e produtor dos melhores vinhos do mundo, pretende posicionar-se como um destino de referência mundial no segmento do Enoturismo.

Com mais de 190 mil hectares de vinha por todo o território, 31 Denominações de Origem Protegida, 14 Denominações de Indicação Geográfica e mais de 500 players privados neste segmento, Portugal tem ainda um caminho a percorrer na valorização dos territórios vinhateiros enquanto destino turístico, na qualificação da oferta, na capacitação dos agentes e na atuação em rede.

Para tal, foi desenvolvido um Programa de Ação a curto prazo, compreendendo o período 2019-2021, que potencia a Gastronomia & Vinhos, ativos identificados na estratégia turística de Portugal para os próximos dez anos - Estratégia Turismo 2027 (ET27).

Com o objetivo de valorizar estrategicamente o Enoturismo e acrescentar-lhe valor, este Programa procura responder a alguns desafios identificados na ET27, nomeadamente, com ações que visam contribuir para a coesão da atividade turística por todo o país e ao longo de todo o ano.

Nos últimos anos foram já aprovados mais de 60 milhões de euros de investimento total para projetos de Enoturismo e estão previstos, a três anos, mais 5 milhões de euros para ações de promoção e formação, com vista a potenciar o cross-selling entre ‘vinho’ e ‘turismo’, induzir boas práticas nos agentes do setor e contribuir para a estruturação e valorização de destinos e rotas de Enoturismo.

Pretende-se assim transformar os ativos patrimoniais e paisagísticos em ofertas turísticas estruturadas e comercializáveis, através de significativos investimentos em novas adegas, na musealização de espaços, na adoção de valores arquitetónicos reconhecidos e diferenciadores, acompanhado de uma aposta clara na melhoria das condições de visitação, degustação e da experiência geral proporcionada ao turista.

Quem viaja e procura Portugal com esta motivação, pretende conhecer ou aprofundar os seus conhecimentos sobre os vinhos, mas também, contactar a autenticidade das terras e das populações. São turistas que viajam ao longo de todo o ano, contribuindo para atenuar os efeitos da sazonalidade e para a dinamização das economias de base regional e local. Este segmento tem, por isso, condições para se afirmar cada vez mais como um ativo turístico de grande relevância para Portugal.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
A emigração portuguesa para a Holanda
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ