ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Portugal: A ambição de ser uma referência mundial de enoturismo
Revista PORT.COM • 08-Abr-2019
Portugal: A ambição de ser uma referência mundial de enoturismo



O programa de ação para o Enoturismo foi apresentado pelo presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo.

Portugal, o melhor destino turístico do mundo e produtor dos melhores vinhos do mundo, pretende posicionar-se como um destino de referência mundial no segmento do Enoturismo.

Com mais de 190 mil hectares de vinha por todo o território, 31 Denominações de Origem Protegida, 14 Denominações de Indicação Geográfica e mais de 500 players privados neste segmento, Portugal tem ainda um caminho a percorrer na valorização dos territórios vinhateiros enquanto destino turístico, na qualificação da oferta, na capacitação dos agentes e na atuação em rede.

Para tal, foi desenvolvido um Programa de Ação a curto prazo, compreendendo o período 2019-2021, que potencia a Gastronomia & Vinhos, ativos identificados na estratégia turística de Portugal para os próximos dez anos - Estratégia Turismo 2027 (ET27).

Com o objetivo de valorizar estrategicamente o Enoturismo e acrescentar-lhe valor, este Programa procura responder a alguns desafios identificados na ET27, nomeadamente, com ações que visam contribuir para a coesão da atividade turística por todo o país e ao longo de todo o ano.

Nos últimos anos foram já aprovados mais de 60 milhões de euros de investimento total para projetos de Enoturismo e estão previstos, a três anos, mais 5 milhões de euros para ações de promoção e formação, com vista a potenciar o cross-selling entre ‘vinho’ e ‘turismo’, induzir boas práticas nos agentes do setor e contribuir para a estruturação e valorização de destinos e rotas de Enoturismo.

Pretende-se assim transformar os ativos patrimoniais e paisagísticos em ofertas turísticas estruturadas e comercializáveis, através de significativos investimentos em novas adegas, na musealização de espaços, na adoção de valores arquitetónicos reconhecidos e diferenciadores, acompanhado de uma aposta clara na melhoria das condições de visitação, degustação e da experiência geral proporcionada ao turista.

Quem viaja e procura Portugal com esta motivação, pretende conhecer ou aprofundar os seus conhecimentos sobre os vinhos, mas também, contactar a autenticidade das terras e das populações. São turistas que viajam ao longo de todo o ano, contribuindo para atenuar os efeitos da sazonalidade e para a dinamização das economias de base regional e local. Este segmento tem, por isso, condições para se afirmar cada vez mais como um ativo turístico de grande relevância para Portugal.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A relação entre Portugal e a sua Diáspora...
José Luís Carneiro
Implicações políticas da participação eleitoral nas comunidades
Paulo Pisco
Deputado do PS
Porque não te calas?
José Caria
Diretor-Adjunto PORT.com
DISCURSO DIRETO
ENTREVISTA
Berta Nunes, secretária de Estado das Comunidades
PORTUGAL
ENTREVISTA
António Saraiva, Presidente da CIP
PORTUGAL
ENTREVISTA
Luís Faro Ramos, Presidente do Camões I.P.
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ