ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Douro regista «invasão positiva» de turistas nesta Páscoa
Revista PORT.COM • 21-Abr-2019
Douro regista «invasão positiva» de turistas nesta Páscoa



A maioria são portugueses, espanhóis ou brasileiros, que registam uma taxa de ocupação hoteleira a rondar os 80%, segundo o Turismo do Porto e Norte de Portugal.

Neste território também ocorrem manifestações religiosas tradicionais da Páscoa, mas os principais atrativos são a paisagem, a gastronomia e os vinhos.

Luís Pedro Martins referiu que a maioria dos turistas que visita o Douro é portuguesa, mas a «invasão positiva» traz também muitos espanhóis, franceses e brasileiros.

A oferta no Douro é variada, para todas as carteiras e todas as idades.

A Quinta da Pacheca, localizada junto ao rio Douro, no concelho de Lamego, tem como mais recente "cartão-de-visita" as "wine barrels", suítes dentro de 10 pipas de vinho de grande dimensão e que «têm sido um sucesso».

Sandra Dias, da Quinta da Pacheca, referiu que a unidade hoteleira está com uma taxa de ocupação de «100%» no fim de semana prolongado de Páscoa.

Para além das pipas, a propriedade possui mais 15 quartos no hotel e está também em obras de ampliação para construir mais 24 quartos.

Sandra Dias considerou que, por esta altura, o «Douro está em alta».

«A taxa de ocupação, o número de visitantes, está em alta, é uma realidade. Juntando o bom tempo estão as condições reunidas para ser uma grande época», referiu.

A responsável salientou que, no Douro, «cada vez mais se nota que a sazonalidade se está a esbater» e que os turistas procuram o território ao longo de praticamente todo o ano e não apenas na altura do verão e das vindimas.

No centro da cidade de Peso da Régua, o Original Douro Hotel tem também, segundo referiu a responsável Alice Carneiro, lotação esgotada para este fim de semana.

Os principais clientes são os portugueses, seguidos dos brasileiros, alemães, ingleses e ainda alguns provenientes dos Estados Unidos da América (EUA) ou Canadá.

O presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal, Luís Pedro Martins, garantiu que «a normalidade da atividade turística» na região Norte «está assegurada» com o fim da greve dos camionistas de transporte de matérias perigosas.

E acrescentou ainda que, «apesar da greve, os operadores turísticos da região não tinham ainda transmitido registo de cancelamentos significativos».


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ