ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Governo português alerta para tempestade tropical intensa em Moçambique e Tanzânia
Revista PORT.COM • 25-Abr-2019
Governo português alerta para tempestade tropical intensa em Moçambique e Tanzânia



O Governo recomenda evitar circular em zonas ribeirinhas e acompanhar a situação através da comunicação social. A tempestade deve afetar Nampula e Cabo Delgado, em Moçambique, e sul da Tanzânia.

O Governo português alertou, através do seu portal, que todos os que pretendam viajar para Moçambique e Tanzânia de que se está a formar uma tempestade tropical intensa naqueles dois países.

Através do Portal das Comunidades, do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o Governo alerta para a necessidade de serem tomadas medidas de precaução devido à tempestade tropical, que deve afetar a região de Nampula e Cabo Delgado, em Moçambique, e sul da Tanzânia.

Entre as recomendações está o acompanhamento da situação através dos órgãos oficiais e de comunicação social, o evitar circular e permanecer em zonas ribeirinhas ou no perímetro das bacias hidrográficas, nomeadamente dos rios Messalo, Lúrio e Ligonha, em Moçambique, aconselhando a circulação somente em estradas que não representem perigo.

Aos viajantes portugueses, o executivo recomenda, ainda, que devem estacionar em locais protegidos e resguardados de objetos que possam constituir perigo, evitar a travessia de leitos de rio e obedecer às instruções das autoridades competentes.

No caso de Moçambique, o Governo lembra que, devido ao ciclone Idai, mantêm-se dificuldades de circulação e de comunicação em algumas zonas do país, nomeadamente em Sofala.

Acrescenta também que, desde outubro de 2017, têm sido noticiados vários ataques e incidentes graves na província de Cabo Delgado, “alegadamente praticados por um movimento insurgente de matriz islâmica, com impacto ao nível da segurança e ordem públicas”, nos distritos de Mocímboa da Praia, Macomia, Palma, Nangade e Quissanga.

“A instabilidade e insegurança verificadas na província impõem reforçados cuidados de segurança, recomendando-se que as deslocações se limitem ao imprescindível. Desaconselha-se a permanência nas áreas mais afetadas”, frisa o Governo no alerta, destacando a importância dos viajantes de informarem os consulados-gerais de Portugal em Moçambique das suas deslocações ao país.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ