ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Portugal e Espanha fazem promoção conjunta dos Caminhos de Santiago e de Fátima
Revista PORT.COM • 11-Mai-2019
Portugal e Espanha fazem promoção conjunta dos Caminhos de Santiago e de Fátima



90 mil peregrinos fizeram o caminho de Santiago em 2018 e o número de turistas visitantes é cada vez maior. A medida procura fazer a marcação e aumentar a segurança dos caminhos.

Portugal e Espanha passaram a fazer em conjunto a promoção turística dos Caminhos de Santiago e Fátima, desde que foi lançado em fevereiro um programa de certificação e valorização desses percursos, disse a secretária de Estado do Turismo.

«Articulámos com Espanha fazer a promoção internacional dos dois caminhos, de Santiago e Fátima», disse aos jornalistas Ana Mendes Godinho, que ontem participou na marcação dos percursos, na Valada, Cartaxo, no distrito de Santarém, por onde passam por estes dias milhares de peregrinos.

Trata-se de um «produto que tem cada vez mais procura», por parte de turistas de todo o mundo, como Nova Zelândia, Austrália ou Estados Unidos da América, apontou, adiantando que em 2018 foram registados 90 mil turistas peregrinos nos Caminhos de Santiago em Portugal.

O Centro Nacional de Cultura e o Turismo de Portugal estão a desenvolver um projeto de estruturação, marcação e informação dos caminhos.

«Cada vez mais é um caminho com mais procura e era essencial dar condições de segurança [aos peregrinos] e ter um caminho bem estruturado e bem sinalizado», sublinhou a governante, adiantando que em alguns casos foram encontrados percursos alternativos a pensar na segurança, enquanto noutros foram reestruturados os já existentes.

Neste âmbito, foi lançado em 2018 o site “Caminhos da Fé”, onde é prestada informação aos turistas caminhantes, acompanhada pela promoção dos pontos a visitar nos territórios atravessados pelos caminhos.

«É também uma forma de abrir o mapa de Portugal e levar as pessoas a descobrir o território, quer o façam por motivações religiosas, quer o façam por motivações espirituais, o que cria também oportunidades para os territórios», sublinhou Ana Mendes Godinho.

A fase mais avançada desse trabalho encontra-se no território do Turismo do Alentejo e Ribatejo, onde está a ser feito um investimento de 400 mil euros, apoiados por fundos comunitários. Aquela entidade de turismo regional está a concluir a instalação das marcações no caminho, faltando apenas o trajeto entre Porto de Muge, ainda no concelho do Cartaxo, e Alcácer do Sal.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
O Festival das Migrações, Culturas e Cidadania
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
InPortugal 2020 Paris quer desenvolver nova rede de embaixadores
Ricardo Simões
Diretor do InPortugal
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ