ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Greves nos aeroportos portugueses podem complicar viagens dos emigrantes
Revista PORT.COM • 20-Dez-2016
Greves nos aeroportos portugueses podem complicar viagens dos emigrantes



De 28 a 30 de dezembro há duas greves em simultâneo que podem causar perturbações nos aeroportos portugueses.

O Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (Sitava) emitiu pré-avisos de greve das 00H00 horas do dia 28 de dezembro às 00:00 de 30 de dezembro de 2016 para a Groundforce e para a Portway, as duas principais empresas que fazem a assistência de pessoas e bagagem nos aeroportos nacionais.

“Esta paralisação é na defesa dos trabalhadores, das empresas e do setor, mas também do turismo e da economia nacional”, justifica o Sitava nos pré-avisos de greve, apontando o dedo à Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC), que acusa de ser responsável pelo “licenciamento ilegal da operação Ryanair/Groundlink” e pelo impasse que se vive na TAP.

Os trabalhadores das empresas Prosegur e Securitas são quem assegura o raio-x da bagagem de mão e o controlo dos passageiros e também dos trabalhadores do aeroporto, pelo que uma greve poderá ter impacto no tráfego aeroportuário, sobretudo durante esta época festiva.

Entretanto, foi também convocada uma greve na Groundforce para 24 de dezembro, véspera de Natal, pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil (SINTAC).

 

Aeroportos britânicos também estão em greve

No Reino Unido, muitos emigrantes também poderão não conseguir viajar para passar o Natal com as suas famílias.

Os trabalhadores da Swissport, empresa de serviços de terra, convocaram uma greve para 23 e 24 de dezembro em 18 aeroportos britânicos. Além disso, os trabalhadores de cabina da British Airways marcaram uma paralisação para os dias 25 e 26. Tudo com um único objetivo: melhores condições salariais.

No caso da Swissport, a greve abrange mais de 1500 trabalhadores e irá afetar os aeroportos londrinos de Heathrow, Gatwick, Luton e Stansted, e ainda os de Edimburgo, Birmingham, Manchester e Newcastle. Já na companhia aérea British Airways, a greve abange 2000 trabalhadores de cabina.

 

Foto em destaque ©Gonçalo Villaverde/ Global Imagens


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
Monumentos ao emigrante em Portugal
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ