ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Turismo judaico «pode ajudar a construir pontes» entre Israel e Portugal
Revista PORT.COM • 02-Jun-2019
Turismo judaico «pode ajudar a construir pontes» entre Israel e Portugal



Portugal tem 30 sítios identificados com herança judaica e que podem ser lidos na plataforma da Internet Caminhos da Fé.

O número de pedidos de nacionalidade portuguesa por judeus com origem sefardita cifra-se atualmente nos 33 mil e desses requerimentos cerca de 20 mil chegaram entre 2017 e o primeiro quadrimestre deste ano, avançou esta sexta-feira fonte governamental.

«O número de pedidos de nacionalidade portuguesa tem crescido exponencialmente. Neste momento temos cerca de 33 mil pedidos de nacionalidade de judeus com origem sefardita e, portanto, com ligações a Portugal», avançou Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo, no Porto.

Portugal e Israel têm uma parceria desde há dois anos para promover a herança judaica em Portugal junto das comunidades sefarditas em todo o mundo.

«Destes 33 mil, só em 2018 aconteceram 13 mil pedidos» e mais «sete mil até abril deste ano», acrescentou aquela responsável, considerando que esta parceria está a mostrar ao mundo que Portugal «é um país aberto», um «país multicultural», um país que «constrói a paz» e que se «reconecta» com a história, porque a «história é uma forma de construir o futuro em conjunto com diferentes nacionalidades, nomeadamente com a comunidade sefardita» com uma ligação com Portugal que remonta ao século IV.

Segundo acrescentou Ana Mendes Godinho, dos 33 mil pedidos registados, «cerca de 10 mil pedidos» estão com «decisão favorável», um facto que demonstra o «esforço no sentido de responder também rapidamente aos pedidos», acrescentou a secretária de Estado do Turismo, considerando, todavia, que os «processos são complexos».

«O turismo pode ajudar a construir estas pontes», considerou, referindo que a procura por turistas de Israel cresceu 22% em 2019 e acrescentando que Portugal está a «organizar cursos de capacitação para a herança judaica», porque os operadores vêm aqui «uma oportunidade de negócio».

Uma comitiva de 31 líderes judaicos sefarditas oriundos de Israel, França, Itália, Canadá, Argentina, Colômbia e México visitaram ao longo desta semana as localidades de Castelo de Vide, Belmonte, Vilar Formoso, Trancoso, Évora, Lisboa e Porto com o objetivo de «aprender a história e a cultura portuguesa».


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
Monumentos ao emigrante em Portugal
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ