ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Turismo de Portugal quer China no top 10 dos mercados mais relevantes para Portugal
Revista PORT.COM • 18-Set-2019
Turismo de Portugal quer China no top 10 dos mercados mais relevantes para Portugal



“A diversificação de mercados constitui um objetivo estratégico fundamental para o crescimento do turismo nacional a longo prazo”, sendo objetivo do Turismo de Portugal colocar o mercado chinês no top 10 dos mercados mais relevantes para Portugal nos próximos 2 anos (atualmente 15º lugar).

O objetivo foi anunciado pela diretora do departamento de internacionalização do Instituto do Turismo de Portugal, Maria João Pereira, no discurso de inauguração da exposição de Cultura e Turismo Florescência de Zhejiang, que se realizou a semana passada  em Lisboa.

“Num país como Portugal, a procura externa é determinante para o desempenho do turismo nacional, e embora o mercado europeu continue a ser extremamente importante, a diversificação de mercados constitui um objetivo estratégico fundamental, para o nosso crescimento no longo prazo”, referiu Maria João Pereira.

Nessa medida, a diretora de internacionalização do Instituto do Turismo de Portugal destacou a performance “bastante positiva” de mercados longínquos como o Brasil, os Estados Unidos e China, que “são excelentes exemplos da nossa capacidade de atrair novos mercados e novos públicos”.

Atendendo a que a República Popular da China assume o 1.º lugar no ranking mundial de emissor de turistas, com mais de 80 milhões de turistas, e com uma quota mundial de 8%, “assumimos que existe um potencial de crescimento do mercado chinês, o qual deverá ser trabalho, quer pelas entidades públicas com responsabilidade sobre a indústria do turismo, quer pelo sector privado”, referiu.

No caso particular dos fluxos turísticos entre a China e Portugal, tem sido crescente a importância do mercado chinês em termos turísticos para Portugal, e de acordo os últimos dados disponíveis, no primeiro semestre de 2019, o crescimento pautou-se pela subida de 18% no número de hóspedes chineses  e de 16% no número de dormidas. 

“Julgo que teremos condições de alcançar os 400 mil hóspedes provenientes da República Popular da China já este ano de 2019, e queremos colocar o mercado chinês no top 10 dos mercados mais relevantes para Portugal nos próximos 2 anos”, adiantou Maria João Pereira.

Para isso, o Turismo de Portugal tem desenvolvido desde 2014, um número significativo de atividades, abriu a sua primeira representação oficial em Xangai, através da qual dá um apoio “mais próximo e específico” aos operadores chineses, e cujos resultados têm sido “bastante satisfatórios, mas esperamos poder verificar resultados ainda mais positivos num futuro próximo”. 

“Temos tido uma estreita colaboração com o Ministério dos Negócios Estrangeiros com o objetivo de reforçar a equipa de emissão de vistos em Pequim e Xangai, diminuindo assim o tempo de espera para a obtenção do tão necessitado visto para viajar para o Espaço Schengen”, referiu a responsável.

“Congratulamo-nos com o forte compromisso dos dois países em reforçar as ligações aéreas, contribuindo de forma muito relevante para o estreitar de relações do ponto de vista económico, social e cultural, (como é exemplo esta exposição que estamos a inaugurar), bem como a reabertura do voo direto de Xi’an para Lisboa, o que certamente facilitará a vinda a Portugal de mais turistas chineses”. 

“Estamos fortemente comprometidos com este objetivo de bem receber os chineses que nos visitam e estamos a trabalhar ativamente com as nossas empresas para nos adaptarmos e atender às especificidades culturais e gostos dos turistas chineses”.

Maria Joao Pereira destacou ainda a crescente “curiosidade dos portugueses em visitar a China”, assim como a capacidade que a China tem demonstrado (e neste caso Zhejiang) em surpreender os turistas que a visitam, combinado o lado mais tradicional, com a modernidade e sofisticação. 

A região Este da República Popular da China, onde se situa a província de Zhejiang, é uma das regiões de origem de grande parte dos turistas chineses que visita Portugal (cerca de 35%), sendo por isso uma região de forte relevância. 

Nos últimos anos, Portugal tem vindo a registar um desempenho consolidado de crescimento da indústria do turismo, atingindo, em 2018, os 16,6 mil milhões de euros de receitas internacionais do turismo, representando 51,5% do total exportações de serviços, 7% do PIB,   9,4% do emprego, estando em 12º lugar no Travel & Tourism Index (2019), o que corresponde uma subida de 2 lugares face à posição anterior.

No primeiro semestre deste ano, o crescimento “continua a evidenciar um ritmo bastante positivo” com um crescimento do número de hóspedes de cerca de 8%, do número de dormidas em 4,7%, e as receitas turísticas tiveram um acréscimo de 6,5%.

A exposição de Cultura e Turismo “Bela China, Pitoresca Zhejiang", que decorreu a 10 de setembro, no Pavilhão de Portugal, em Lisboa, realizou-se no âmbito do intercâmbio comercial e cultural entre Portugal e a China, com uma mostra de mais de 60 peças de artesanato tradicional da província chinesa. 

Para além de Maria João Pereira, estiveram presentes neste evento representantes governamentais de ambos os países,  entre eles, Cai Run, Embaixador da República Popular da China; Zhu Guoxian, diretor do Departamento de Publicidade da Província de Zhejiang;  Xu Peng, diretor do Departamento da Cultura e Turismo da Província de Zhejiang; Lurdes Camacho, diretora de Relações Internacionais do Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais (GEPAC) e Alberto Laplaine Guimarães, Secretário-Geral da Câmara Municipal de Lisboa.

Foto: Exposição de Cultura e Turismo “Bela China, Pitoresca Zhejiang"


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
Macau: uma oportunidade ainda a descobrir
Alberto Carvalho Neto
Presidente da AJEPC
A importância da participação eleitoral nas comunidades
José Luís Carneiro
SECP
4 pilares para a prevenção de Alzheimer
George Perry
Diretor da Fac. de Ciências da Univ. do Texas
DISCURSO DIRETO
A preservação da memória e identidade da emigração portuguesa na toponímia
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Portugal a votos
José Caria, Diretor-Adjunto da PORT.com
PORTUGAL
Lusos em Luanda
Jack Soifer, Consultor Internacional
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ