ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Sabe qual é a região que tem as melhores taxas de saúde do país?
Revista PORT.COM • 03-Mar-2017
Sabe qual é a região que tem as melhores taxas de saúde do país?



O “segredo”, dizem os especialistas, passa por apostar tudo na prevenção da doença e na promoção da saúde.

A região Centro tem as melhores taxas de saúde em relação à maior parte dos indicadores do país, foi sublinhado num encontro promovido pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Centro, que decorreu em Coimbra.

“Em quase todos os indicadores, temos taxas melhores que a média do continente” do país, disse João Pedro Pimentel, do Departamento de Saúde Pública da ARS do Centro, adiantando exemplos como os da mortalidade prematura por cancro, as doenças cérebro-cardiovasculares e rastreios.

A região Centro é, “historicamente, pioneira no rastreio do cancro da mama e do colo do útero e, agora, do cólon e reto e da retinoterapia diabética”, salientou João Pedro Pimentel.

Mas há alguns setores em relação aos quais esta zona não atinge uma performance tão satisfatória, registando valores ligeiramente piores que a média do país, como acontece com as doenças crónicas do fígado.

Mesmo nas áreas que observam os melhores indicadores, “é preciso consolidar” as suas prestações, sustenta João Pedro Pimentel, destacando que “há ainda muito por fazer”.

À semelhança do que sucede na generalidade do país, “os grandes problemas” desta região relacionam-se com as doenças crónicas e, entre estas, sobretudo com as doenças neoplásicas, a diabetes e as doenças cardio-cerebro-vasculares, adverte o médico, referindo que doenças como a sida se tornaram crónicas.

“As doenças infeciosas, as doenças transmissíveis estão, pode dizer-se, controladas e a região Centro tem taxas de vacinação excelentes”, embora o fenómeno também se deva a circunstâncias como a o desenvolvimento económico e social e com os cuidados de saúde em geral.

“Devemos apostar tudo na prevenção [da doença] e na promoção [da saúde]” e cada vez mais junto dos mais jovens, designadamente através dos planos locais de saúde, que “institucionalizam e articulam” diferentes entidades.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Macau: uma oportunidade ainda a descobrir
Alberto Carvalho Neto
Presidente da AJEPC
A importância da participação eleitoral nas comunidades
José Luís Carneiro
SECP
4 pilares para a prevenção de Alzheimer
George Perry
Diretor da Fac. de Ciências da Univ. do Texas
DISCURSO DIRETO
A preservação da memória e identidade da emigração portuguesa na toponímia
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Portugal a votos
José Caria, Diretor-Adjunto da PORT.com
PORTUGAL
Lusos em Luanda
Jack Soifer, Consultor Internacional
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ