ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Aplicação criada por estudantes ajuda bombeiros no combate a incêndios
Revista PORT.COM • 05-Mai-2017
Aplicação criada por estudantes ajuda bombeiros no combate a incêndios



A aplicação informática foi apresentada ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, em abril, no dia do Centro de Informação Geoespacial do Exército (CIGeoE).

Ajudar os meios que, no terreno, combatem incêndios florestais é o objetivo da aplicação de cartografia 'offline' para dispositivos móveis, criada por alunos do curso de engenharia informática do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC).

"A ideia é utilizar dispositivos móveis, com mapas militares 'offline'. Ou seja, só através do sinal GPS e da triangulação de vários satélites do Exército o utilizador consegue movimentar-se no terreno, sem acesso à internet. Isto é uma vantagem para as forças terrestres, nomeadamente, o Exército, os Bombeiros [e] a Proteção Civil, que vão poder utilizar esta aplicação", explicou à Lusa, o diretor do curso de informática, Jorge Ribeiro.

O docente da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do IPVC especificou que a aplicação, "que tem a vantagem de não necessitar de internet, vem complementar os sistemas que existem, como por exemplo, o SIRESP (operadora da Rede Nacional de Emergência e Segurança) ".

Aquele sistema, criado por quatro alunos do curso, permite "um acompanhamento, em tempo real, das operações e a gestão dos meios no terreno, permitindo uma gestão dos recursos empenhados com eficiência e eficácia, nomeadamente, através da visualização do dispositivo através de um geoportal".

Jorge Ribeiro adiantou que o projeto "está a ser desenvolvido há um ano e meio" e "já foi testado, no terreno, por várias academias militares ao longo do país, onde está instalado o Exército".

A parceria entre aquela escola do IPVC e o CIGeoE vai permitir "a navegação tendo por base a Carta Militar, 1/25 000, em modo 'offline', garantindo a segurança dos dados para dispositivos móveis android, a disponibilizar ao Regimento de Apoio Militar de Emergência (RAME) no 1º semestre de 2017".

A aplicação informática vai ser oficialmente apresentada pelo CIGeoE no dia 23 de junho na ESTG, durante a iniciativa daquele politécnico intitulada "Open Days".

Com cerca de cinco mil alunos, o IPVC tem seis escolas, de Educação, Tecnologia e Gestão, Agrária, Enfermagem, Ciências Empresariais, Desporto e Lazer, ministrando 24 licenciaturas, 38 mestrados, 34 Cursos de Técnicos Superiores Profissionais (CTESP) e outras formações de caráter profissionalizante.

Além de Viana do Castelo, o IPVC tem escolas superiores instaladas em Ponte de Lima, Valença e Melgaço.

Com 323 docentes, a instituição ministra cursos em oito áreas científicas desde as artes, ao 'design' e humanidades, ciências da engenharia e tecnologias, ciências da vida e da terra, ciências económicas e empresariais, ciências exatas, educação e ciências sociais e eletrotecnia e informática.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
O acervo bibliográfico sobre a emigração portuguesa
Daniel Bastos
Historiador
Defender a União Europeia e os direitos de cidadania
Paulo Pisco
Deputado do PS
Saibamos aumentar a participação cívica das nossas comunidades
José Cesário
Deputado do PSD
DISCURSO DIRETO
Dia de Portugal e 5.º aniversário da Revista PORT.COM
Marcelo Rebelo de Sousa
PORTUGAL
Língua portuguesa, um passaporte para o presente e para o futuro
Luís Faro Ramos, pres. do Camões I.P.
PORTUGAL
Função de grande responsabilidade e relevância social
José Luís Carneiro, SEC
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ