ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Português descreve nova espécie dos mais antigos plesiossauros
Revista PORT.COM • 07-Ago-2017
Português descreve nova espécie dos mais antigos plesiossauros



O estudo foi elaborado em coautoria com o inglês Adam Smith.

Uma nova espécie de plesiossauro, réptil marinho, foi descrita pelo paleontólogo português Ricardo Araújo num artigo publicado recentemente na revista científica Palaeontographica, a partir de fósseis do mais antigo plesiossauro descoberto até agora.

"O crânio e as vértebras cervicais têm características morfológicas únicas, diferentes de outros plesiossauros", justificou Ricardo Araújo, especialista nesta família de répteis marinhos.

O crânio e o pescoço quase completos deste animal tinham sido encontrados na década de 1960 pelo alemão Kurt Wiedenroth na costa de Dorset, sul de Inglaterra, onde foram descobertos os primeiros fósseis de répteis marinhos da história da paleontologia.

O alemão acabou por doar os fósseis a um museu em Hannover, norte da Alemanha.

Passados mais de 50 anos, coube ao português Ricardo Araújo, paleontólogo do Instituto Superior Técnico, e ao inglês Adam Smith, do Museu de História Natural de Nottingham, o estudo e a descrição do exemplar, que continuava sem ser classificado.

Trata-se de um dos mais antigos plesiossauros que se conhece em todo o mundo. Terá vivido há 200 milhões de anos no período Sinemuriano, durante o Jurássico.

"Era um animal gigantesco, um predador de topo, tinha mais de 6,5 metros (de comprimento), era equivalente a um grande tubarão branco, com uns dentes muito maiores do que este", descreveu o português.

Os investigadores batizaram a nova espécie como 'Thaumatodracon wiedenrothi'. Em grego, 'Thaumatodracon' significa 'dragão maravilha', designação resultante do fascínio exercido nos investigadores pelo "animal que dominava completamente os mares há 200 milhões de anos".


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
O Festival das Migrações, Culturas e Cidadania
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
InPortugal 2020 Paris quer desenvolver nova rede de embaixadores
Ricardo Simões
Diretor do InPortugal
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ