ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Medicamento português para epilepsia aprovado para ser usado em crianças nos EUA
Revista PORT.COM • 13-Out-2017
Medicamento português para epilepsia aprovado para ser usado em crianças nos EUA



O regulador norte-americano Food & Drug Administration (FDA) aprovou o alargamento da indicação terapêutica do medicamento da farmacêutica portuguesa BIAL para a epilepsia no tratamento de crises epiléticas parciais em crianças a partir dos quatro anos.

O medicamento da farmacêutica portuguesa Bial, para o tratamento de crises epiléticas parciais, já pode ser usado em crianças a partir dos quatro anos de idade. De acordo com o comunicado da empresa, enviado às redações, o regulador norte-americano "a Food & Drug Administration (FDA), aprovou o alargamento da indicação terapêutica do medicamento da BIAL para a epilepsia no tratamento de crises epiléticas parciais em crianças a partir dos 4 anos".

Já em 2013, as autoridades tinham-no aprovado como "terapêutica adjuvante em adultos com crises epiléticas parciais, com ou sem generalização secundária, em 2015 a FDA alargou a indicação deste medicamento da BIAL como monoterapia em adultos e vem agora aprovar a sua indicação no tratamento de crises epiléticas parciais em crianças".

"Esta é a terceira aprovação da FDA relativamente ao medicamento da BIAL, que é comercializado nos EUA com a marca Aptiom® e na Europa com o nome comercial Zebinix", pode ler-se ainda em comunicado.

O CEO da Bial, António Portela, em comunicado aponta que "a decisão da FDA surge na sequência de vários estudos que comprovam a segurança e eficácia da utilização do nosso medicamento em pediatria".

"No ano passado, a Comissão Europeia já tinha dado luz verde para que o nosso medicamento fosse utilizado em todos os países da UE em crianças e adolescentes e agora também a FDA vem alargar a sua indicação", acrescenta.

Segundo a mesma fonte, no continente europeu "o acetato de eslicarbazepina foi aprovado pela Comissão Europeia em 2009 e está à venda em mais de 20 países".


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ