ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Hospital da Feira é o primeiro a operar em laparoscopia recorrendo a óculos 3 D
Revista PORT.COM • 23-Out-2016
Hospital da Feira é o primeiro a operar em laparoscopia recorrendo a óculos 3 D



O novo sistema permite “a identificação correta dos planos de dissecção e das estruturas anatómicas” do paciente, facilitando também “a ampliação de detalhes” da sua anatomia.

O Centro Hospitalar do Entre Douro e Vouga (CHEDV) revelou, esta semana, que foi a primeira unidade portuguesa a testar em cirurgia laparoscópica um novo monitor a três dimensões (3D), aplicado em óculos utilizados pelo próprio médico.

Esse centro hospitalar também tutela as unidades de S. João da Madeira e Oliveira de Azeméis, mas foi na sua sede da Feira, no Hospital S. Sebastião, que realizou a primeira intervenção apoiada por essa tecnologia, num doente submetido a cirurgia à obesidade.

A diferença foi que, em vez de o cirurgião ter orientado os seus procedimentos por um monitor convencional instalado junto à mesa do bloco operatório, recorreu antes ao que poderá descrever-se como óculos especiais, fechados, idênticos aos simuladores de realidade virtual, mas próprios para seguir os indicadores clínicos do paciente intervencionado.

Quem avaliou o funcionamento desse novo monitor ocular foi o diretor do Serviço de Cirurgia Geral do CHEDV, Mário Nora, que reconhece várias vantagens na utilização do equipamento, começando pelo facto de ele permitir “a identificação correta dos planos de dissecção e das estruturas anatómicas” do paciente, facilitando também “a ampliação de detalhes” da sua anatomia.

Outro benefício do novo visor 3D é que “elimina as desvantagens relativas ao posicionamento do cirurgião” face ao doente, evitando assim o que acontece no sistema convencional, que obriga o médico a alternar sucessivamente de posição “para ver os instrumentos e para ver o monitor”.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ