ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Sobreiro 'assobiador' português eleito Árvore Europeia do Ano
Revista PORT.COM • 23-Mar-2018
Sobreiro 'assobiador' português eleito Árvore Europeia do Ano



É o mais antigo do mundo e os seus 234 anos de idade não o impediram de ganhar um novo título.

O sobreiro de Águas de Moura, em Palmela, perto de Setúbal, foi plantado há 234 anos e venceu, no dia 21 de março, o concurso da Árvore Europeia do Ano, com 26,606 votos, anunciou o Parlamento Europeu, em Bruxelas. 

“Este prémio é muito importante para a fileira da cortiça e para a floresta portuguesa em geral” afirmou ao Diário de Notícias, Nuno Calado, secretário geral da UNAC – União de Floresta Mediterrânica, entidade que escolheu esta árvore emblemática para representar o país no concurso europeu. 

Conhecido pelos numerosos pássaros que cantam intensamente na sua copa ao fim do dia, e por uma tradição já antiga relacionada com os casamentos de ciganos que ali festejavam a celebração, este sobreiro é apelidado de “assobiador” ou “casamenteiro”. 

Monumento Nacional desde 1988, e inscrito no Livro de Recordes do Guinness como "o maior sobreiro do mundo", conta com 16 metros de altura e com um tronco em que são precisas pelo menos cinco pessoas para conseguir abraçá-lo. 

Portugal concorreu pela primeira vez a esta iniciativa, competindo com 12 países europeus: Bélgica, Bulgária, Croácia, República Checa, Hungria, Lituânia, Polónia, Roménia, Rússia, Eslováquia, Espanha e Reino Unido. 

Atrás do sobreiro ‘assobiador’, ficaram os ulmeiros ancestrais de Cabeza Buey (Espanha), com 22.323 votos, e um carvalho chamado ‘o Ancião das Florestas de Belgorod’, na Rússia. 

Em nome da candidatura portuguesa, Nuno Calado, adianta estar muito feliz pela vitória nacional, “não só por ser uma estreia no concurso, mas também porque tem sido um ano muito difícil para o país”. 


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A CPLP mais perto das pessoas
Francisco Ribeiro Telles
Secretário Executivo da CPLP
Gestão multicultural das equipas
António Cunha Meneses Abrantes
Professor Auxiliar na ICN Business School de Nancy
Já se ouve o Fado na Eslovénia
João Pita Costa
Editor da revista luso-eslovena Sardinha
DISCURSO DIRETO
Memórias e recordações da emigração portuguesa na Alemanha
Daniel Bastos
PORTUGAL
«Existe muita exploração laboral perpetrada por portugueses»
Luísa Semedo
FRANÇA
«Mercado chinês tem potencial para as empresas portuguesas»
José Augusto Duarte
CHINA
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ