ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Quase metade das empresas portuguesas comunicam através das redes sociais
Revista PORT.COM • 21-Nov-2016
Quase metade das empresas portuguesas comunicam através das redes sociais



Quase metade das empresas portuguesas com dez ou mais trabalhadores usam as redes sociais para comunicar com clientes, fornecedores ou parceiros de negócio, mais sete pontos percentuais do que em 2015, revelou hoje o INE.

O Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Empresas, realizado junto de uma amostra de 3.421 firmas de diferentes setores de atividade, indica que 45% das empresas utilizam comunicações digitais, enquanto em 2015 apenas 38% o faziam e em 2014 não ultrapassavam os 30%.

As redes sociais, como o Facebook ou o Linkedin, foram indicadas por 96% das empresas que utilizam aplicações baseadas na Internet ou plataformas de comunicação, sendo a utilização de sites de partilha de conteúdos multimédia (Youtube, Flickr, Picasa, etc.) referida por 36% das empresas (28% em 2015) e os blogs ou microblogs (Twitter, Present, etc.) por 17% (13% em 2015).

Em 2016, 64% das empresas já tinham página na Internet (mais três pontos percentuais do que no ano anterior), mas ainda assim longe da média europeia (75% em 2015).

Já no que diz respeito à utilização de banda larga móvel, Portugal está entre os países europeus com maior taxa de utilização (70%, mais dois pontos percentuais do que em 2015), ficando acima da média dos 28 países da União Europeia (65%).

Só 25% das empresas portuguesas indicaram que acediam à Internet através de banda estreita, como modem por linha de telefone analógica ou RDIS ou ligação móvel através de telemóvel.

No que diz respeito ao acesso em banda larga por ligação móvel (por tecnologia 3G — terceira geração móvel – ou superior), 61% das empresas referiram o telemóvel, PDA ou ‘smartphone’ e 52% o computador portátil (por exemplo, ‘laptop’ ou ‘notebook’).

Segundo os dados do INE, 18% das empresas compraram serviços de computação em nuvem (‘cloud computing’), uma proporção que aumenta com a dimensão da empresa, sendo referida por 44% das companhias com mais de 250 funcionários.

O tipo de serviço mais comum é o correio eletrónico (78%), seguindo-se o armazenamento de ficheiros (49%) e ‘software’ de escritório (36%).

O comércio eletrónico aumentou, sendo praticado por 19% das empresas (14% em 2015).

De acordo com o inquérito, 41% das empresas enviaram faturas eletrónicas para outras empresas ou entidades públicas, mas menos de metade em formato adequado ao processamento eletrónico.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
A emigração portuguesa para a Holanda
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ