ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Cientistas lusos debatem em Paris aposta na investigação em Portugal
Revista PORT.COM • 23-Set-2018
Cientistas lusos debatem em Paris aposta na investigação em Portugal



Paris vai receber, no próximo dia 29 de setembro, o segundo Encontro de Cientistas Portugueses em França.

O segundo Encontro de Cientistas Portugueses em França, realiza-se em Paris, numa altura em que, segundo Eliana Tavares, vice-presidente da Associação de Graduados Portugueses em França (AGRAFr), há muitas pessoas a quererem voltar e que «poderia fazer de Portugal um país de ponta» na investigação científica. 

A coordenadora do encontro, afirmou à Lusa que vão estar presentes cientistas portugueses que residem em França, alguns dos quais emigraram depois de um «período negro» em que «não havia número suficiente de bolsas e era impossível fazer investigação». 

Adianta ainda que, se houver esta abertura do Governo, «acho que é o momento em que devemos aproveitar estes trabalhadores científicos e poderíamos fazer de Portugal um país de ponta a nível de investigação científica porque em termos de formação nós já somos muito bons. Falta a parte do desenvolvimento».

O evento, que vai contar a presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, e o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, pretende «estabelecer novas cooperações» e também defender os investigadores portugueses em França e em Portugal. 
«Queremos dar a conhecer à comunidade portuguesa em França o que é que os cientistas fazem e fazê-los conhecerem-se entre si. Depois, queremos estimular os direitos dos graduados e dos investigadores portugueses em França, mas também em Portugal, porque muitos de nós vão voltar para Portugal», adiantou a investigadora de 27 anos.

Numa fase em que se fala dos incentivos fiscais para o regresso dos emigrantes a Portugal, o encontro também poderá abordar «como fazer do modelo do trabalho científico em França algo que se possa adaptar a Portugal». 

«Em França, temos uma progressão na carreira, temos um contrato de trabalho, é muito semelhante àquilo que se passa com os professores em Portugal. Queremos mostrar às pessoas que isto é possível fazer, é exequível, e o impacto que isto tem a nível internacional. Ou seja, os laboratórios franceses, o Pasteur, o Curie, o Gustave Roussy são institutos de renome a nível internacional com impacto enorme na ciência e Portugal poderia ter isto», sublinhou. 

O tema do 2º Encontro de Cientistas Portugueses em França, "O Cientista na Sociedade e na Diplomacia", vai ser dividido em três painéis: um sobre Portugal e a diáspora científica, outro sobre o papel do cientista na sociedade e o terceiro sobre o financiamento da ciência. 


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A CPLP mais perto das pessoas
Francisco Ribeiro Telles
Secretário Executivo da CPLP
Gestão multicultural das equipas
António Cunha Meneses Abrantes
Professor Auxiliar na ICN Business School de Nancy
Já se ouve o Fado na Eslovénia
João Pita Costa
Editor da revista luso-eslovena Sardinha
DISCURSO DIRETO
Memórias e recordações da emigração portuguesa na Alemanha
Daniel Bastos
PORTUGAL
«Existe muita exploração laboral perpetrada por portugueses»
Luísa Semedo
FRANÇA
«Mercado chinês tem potencial para as empresas portuguesas»
José Augusto Duarte
CHINA
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ