ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Médicos portugueses ajudam a desenvolver cirurgia ambulatória em Moçambique
Revista PORT.COM • 28-Out-2018
Médicos portugueses ajudam a desenvolver cirurgia ambulatória em Moçambique



Promovida pela Associação Portuguesa de Cirurgia Ambulatória (APCA), a formação pioneira decorre até 6 de novembro.

A Associação Portuguesa de Cirurgia Ambulatória (APCA) vai promover um curso de formação pós-graduada até ao dia 6 de novembro, dirigido a profissionais de saúde de Moçambique. Esta iniciativa é organizada pela APCA, em conjunto com a Associação Internacional de Cirurgia Ambulatória (IAAS) e com a Associação de Saúde para as Crianças e Famílias Moçambicanas (Health 4Moz).

«O principal objetivo desta iniciativa é ajudar a formar profissionais de saúde para que posteriormente estes possam criar programas de Cirurgia de Ambulatório nos principais hospitais de Beira, Nampula e Maputo. Esperamos contribuir positivamente para a implementação da cirurgia ambulatória em Moçambique, como aconteceu no início deste ano em Cabo Verde», explica Carlos Magalhães, presidente da APCA.

O curso vai decorrer em diferentes dias nas três regiões e contará com 191 profissionais de saúde de todo o país. Serão abordados temas como a avaliação e preparação do paciente para uma cirurgia ambulatória, as vantagens da cirurgia ambulatória para adultos e crianças, a avaliação e os procedimentos cirúrgicos em ambulatório, entre outros.

Entre os formadores estão os especialistas portugueses Carlos Magalhães, Paula Sarmento, Vicente Vieira e Célia Castanheira. A coordenação nacional do curso está a cargo de Manuel Simão, da Ordem dos Médicos de Moçambique, e a nível regional é uma responsabilidade de Dércio Fernandes (Nampula), Leonildo Soares (Beira) e Carlos Selemane (Maputo). Carla Rêgo preside a Associação de Saúde para as Crianças e Famílias Moçambicanas (Health 4Moz).

A cirurgia em regime de ambulatório tem tido, nos últimos anos, em Portugal, um desenvolvimento positivo, sendo que o principal fator de sucesso e desenvolvimento tem sido a sua característica multidisciplinar, envolvendo diferentes grupos profissionais, assim como a garantia de segurança e de elevados índices de qualidade no tratamento dos pacientes.

A inscrição e participação nesta formação é gratuita. Para mais informações, pode contatar: ordemdosmedicosmz@gmail.com

 

Foto em destaque © António Silva/LUSA


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
As vivências da emigração portuguesa nos palcos do teatro
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ