ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Astrónomos descobrem galáxia anã quase tão velha quanto o Universo
Revista PORT.COM • 01-Fev-2019
Astrónomos descobrem galáxia anã quase tão velha quanto o Universo



Astrónomos descobriram, com a ajuda do telescópio espacial Hubble, uma galáxia anã e isolada quase tão velha como o Universo, à qual deram a idade de cerca de 13 mil milhões de anos, divulgou a Agência Espacial Europeia.

A galáxia, batizada com o nome de Bedin 1, está a 30 milhões de anos-luz da Via Láctea e pertence ao grupo de galáxias anãs esféricas, que se caracterizam pelo seu pequeno tamanho, pouca luminosidade, falta de poeira e por populações de estrelas velhas.

Apesar de as galáxias anãs esféricas serem comuns, tendo já sido identificadas 22 em redor da Via Láctea, a Bedin 1 tem a singularidade de estar muito isolada: está a dois milhões de anos-luz da galáxia mais próxima, e possivelmente sua 'hospedeira', a 'NGC 6744'.

Provavelmente, a 'Bedin 1' será "a galáxia anã mais isolada que foi descoberta até à data", refere um comunicado da Agência Espacial Europeia (ESA), que opera o telescópio Hubble em parceria com a agência espacial norte-americana NASA.

A partir das propriedades das estrelas da Bedin 1, uma equipa internacional de astrónomos inferiu que a galáxia tem perto de 13 mil milhões de anos (o Universo tem uma idade estimada em 13,8 mil milhões de anos).

Por estar isolada, o que a impede de interagir com outras galáxias, e por ser tão velha, a Bedin 1 é considerada um "fóssil vivo" do Universo primitivo.

Os resultados da descoberta foram publicados na revista sobre astronomia e astrofísica Monthly Notices of Royal Astronomical Society.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A CPLP mais perto das pessoas
Francisco Ribeiro Telles
Secretário Executivo da CPLP
Gestão multicultural das equipas
António Cunha Meneses Abrantes
Professor Auxiliar na ICN Business School de Nancy
Já se ouve o Fado na Eslovénia
João Pita Costa
Editor da revista luso-eslovena Sardinha
DISCURSO DIRETO
Memórias e recordações da emigração portuguesa na Alemanha
Daniel Bastos
PORTUGAL
«Existe muita exploração laboral perpetrada por portugueses»
Luísa Semedo
FRANÇA
«Mercado chinês tem potencial para as empresas portuguesas»
José Augusto Duarte
CHINA
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ