ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Cooperação científica entre Fundação Luso-Americana e Governo dos Açores
Revista PORT.COM • 27-Mar-2019
Cooperação científica entre Fundação Luso-Americana e Governo dos Açores



A relação com a comunidade nos Estados Unidos e a cultura são áreas potenciais a desenvolver na parceria.

Rita Faden, presidente da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD), afirmou que a cooperação científica, a relação com a comunidade emigrante nos Estados Unidos e a cultura são áreas potenciais a desenvolver com o Governo dos Açores. Numa audiência de cumprimentos com Vasco Cordeiro, presidente do Governo Regional dos Açores, a responsável pela FLAD sublinhou a importância de «estabelecer parcerias» de cooperação científica no apoio à universidades, nomeadamente, na Universidade dos Açores.

«Obviamente que também tudo o que respeita ao relacionamento com as comunidades nos Estados Unidos, sendo que a maioria é de origem açoriana, merece uma atenção particular na relação com os Açores», disse.

A presidente da FLAD admitiu que «há várias áreas para trabalhar no futuro», mas que é necessário primeiro identificar as «principais possibilidades de colaboração» com o executivo açoriano. A instituição tem «particular atenção» com a região da Base das Lajes, que inclui um efetivo militar norte-americano estacionado ao abrigo do Acordo Bilateral de Defesa e Cooperação assinado pelos dois países da NATO.

A FLAD foi criada pelo Governo português em 1985, no seguimento de um acordo diplomático com Estados Unidos para a criação de uma instituição de direito privado que promova as relações entre os dois países de «forma perene, flexível e autónoma», com o objetivo de «desenvolvimento económico, social e cultural português. Dotada com um capital de 85 milhões de euros, a FLAD foi inicialmente constituída por transferências monetárias asseguradas por Portugal, consequentes do Acordo de Cooperação e Defesa entre Portugal e os Estados Unidos.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ