ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Plataforma para ajudar a reflorestar oceanos vai testar métodos na costa portuguesa
Revista PORT.COM • 20-Mai-2019
Plataforma para ajudar a reflorestar oceanos vai testar métodos na costa portuguesa



Biólogos e empresários estão a criar em Portugal uma plataforma para promover a 'reflorestação' de algas nas zonas costeiras, preparando-se para fazer os primeiros testes ainda este ano em quatro locais da costa portuguesa.

O projeto "Sea Forester" foi apresentado em Lisboa no âmbito da conferência internacional Dia Marítimo Europeu, uma iniciativa anual da União Europeia sobre assuntos marítimos e economia azul (atividades ligadas ao mar) este ano realizada em Portugal.

Francisco Saraiva Gomes, empresário ligado à indústria da aquacultura nos Estados Unidos e cofundador da plataforma, explicou à agência Lusa que o objetivo é promover a recuperação das florestas marinhas de macroalgas, juntando informação, investidores e especialistas.

«O nosso objetivo é tentar ajudar os esforços que estão dispersos a nível mundial de promoção da reflorestação da orla marítima», disse.

Essa «desflorestação», acrescentou, «é uma das maiores tragédias» ambientais que acontece todos os dias, mas que não se vê. «Para dar uma ideia estima-se que entre 30% a 40% de todas as florestas marinhas tenham desaparecido nos últimos 50 anos. E se essas estimativas forem corretas estamos a falar de uma área do tamanho da Índia».

O responsável frisou que as macroalgas são um ecossistema «extraordinariamente benéfico», seja para o clima porque combate o aquecimento global, seja pela eficiência em capturar carbono, seja pelo combate à acidificação global dos oceanos e remoção de poluentes.

Segundo Saraiva Gomes já há projetos de repovoamento de orlas marítimas na Austrália, no Japão, na Coreia do Sul, enquanto no Atlântico Norte, na Noruega, em Portugal, nos Estados Unidos e no Canadá, «começa a haver uma comunidade científica muito forte que começa a dar os primeiros passos para a reflorestação do ambiente marinho».

Inês Louro, bióloga marinha e diretora técnica do projeto, explicou que em Portugal estão definidas quatro zonas - Matosinhos, Sines, Peniche e Sagres - para testar várias metodologias de reflorestação, «porque não há ainda muitos dados nem informação e a ideia é ver o que é que funciona melhor com as espécies de algas que existem em Portugal».

De acordo com a bióloga, o projeto começará ainda este ano.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
O retrato dos votos da emigração
José Caria
Diretor-adjunto da PORT.COM
Momentos de partilha
Nuno Pinto Magalhães
Diretor de Relações Internacionais da SCC
O acervo bibliográfico sobre a emigração portuguesa
Daniel Bastos
Historiador
DISCURSO DIRETO
Dia de Portugal e 5.º aniversário da Revista PORT.COM
Marcelo Rebelo de Sousa
PORTUGAL
Língua portuguesa, um passaporte para o presente e para o futuro
Luís Faro Ramos, pres. do Camões I.P.
PORTUGAL
Função de grande responsabilidade e relevância social
José Luís Carneiro, SEC
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ