ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Governo assina protocolo sobre diplomacia científica com investigadores portugueses no Reino Unido
Revista PORT.COM • 06-Jun-2019
Governo assina protocolo sobre diplomacia científica com investigadores portugueses no Reino Unido



O protocolo, formalizado através da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), providencia financiamento à PARSUK para dinamizar eventos e as relações dos investigadores portugueses com Portugal através da embaixadas.

O governo português assinou esta semana, em Londres, um protocolo de colaboração com a Associação de Investigadores e Estudantes Portugueses no Reino Unido (PARSUK) para desenvolver a diplomacia científica no estrangeiro.

«Em vez da solução tradicional de colocar adidos científicos nas embaixadas, estamos a usar esta rede única de portugueses muito talentosos bem fixados em muitas instituições estrangeiras, e o caso do Reino Unido é um deles», adiantou à agência Lusa o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.

O protocolo, formalizado através da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), providencia financiamento à PARSUK para dinamizar eventos e as relações dos investigadores portugueses com Portugal através da embaixada.

Uma das formas de aproximação, explicou Heitor, será a «criação de um conselho científico para estar em contínua interação não só com o governo e a embaixada, mas também para promover a relação entre as instituições onde eles estão e as instituições portuguesas».

Para o presidente da PARSUK, Luís Lacerda, este é um reconhecimento mais oficial do papel e do potencial da associação para melhorar as relações entre os investigadores portugueses no Reino Unido e em Portugal.

«A PARSUK acaba por atuar como um veículo da diplomacia científica», vincou, à margem do Luso 2019, o Encontro Anual de Investigadores e Estudantes Portugueses no Reino Unido, a decorreu em Londres.

O embaixador de Portugal no Reino Unido, Manuel Lobo Antunes, mostrou uma expectativa para que o conselho científico seja posto em prática em breve.

O protocolo é o resultado de uma estratégia estabelecida em 2016 e de um esforço feito em conjunto com Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) para promover a diplomacia científica através das associações de estudantes de portugueses no estrangeiro.

O ministro manifestou a intenção de estender este protocolo às congéneres da Parsuk em França, a AGRAFr (Association des Diplômés Portugais en France), na Alemanha, a ASPPA (Associação de Pós-Graduados Portugueses na Alemanha), nos EUA e Canadá, a PAPS (Portuguese American Postgraduate Society).

A Inteligência Artificial é o tema do Luso 2019, o Encontro Anual de Investigadores e Estudantes Portugueses no Reino Unido, onde participam cientistas, académicos e empreendedores.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
Monumentos ao emigrante em Portugal
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ