ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Agência norte-americana diz que Portugal é a 'nova Miami' para brasileiros ricos
Revista PORT.COM • 11-Jun-2019
Agência norte-americana diz que Portugal é a 'nova Miami' para brasileiros ricos



Condições fiscais oferecidas levam milionários brasileiros a comparar Portugal com «um paraíso fiscal que não obriga a viver numa ilha das Caraíbas», escreve a agência Bloomberg.

Os brasileiros com mais poder económico estão a ser cada vez mais atraídos para Portugal, devido a incentivos fiscais e um mercado imobiliário em acelerada valorização. Veem neste canto da Europa «a oportunidade de viver num paraíso fiscal que não é uma ilha das Caraíbas». E se graças à administração Trump a imigração para os Estados Unidos está cada vez mais dificultada, é em Portugal que estes milionários estão a encontrar a sua ‘nova Miami’.

«Estamos na Europa, num país que passou por um renascimento nos últimos anos”, explica Ricardo Bellino, multimilionário brasileiro de 53 anos, à Bloomberg sobre a opção de viver em Portugal. Este empresário comprou uma casa num resort de luxo em Lisboa e, lembra a agência noticiosa, tem direito a uma taxa de imposto especial de apenas 20% sobre os rendimentos e, no futuro, terá direito a uma pensão isenta de qualquer imposto.

Foi há sensivelmente dez anos que o governo português avançou com um novo regime de incentivos fiscais para atrair milionários estrangeiros para o país, refere a publicação Eco, numa política reforçada em 2012 com a criação dos vistos gold para não-europeus que invistam mais de 500 mil euros em imobiliário.

Em resultado da conjugação destas políticas, uma série de investidores estrangeiros concentraram baterias no pequeno retângulo europeu, sobretudo em Lisboa e Porto, alimentado uma acelerada valorização do parque imobiliário do país. Segundo dados citados pela Bloomberg, os franceses responderam por 29% do investimento estrangeiro em imobiliário, seguidos pelos brasileiros, com 19%. Mas os empresários do Brasil deverão tomar o pódio rapidamente, avança a agência.

«Eles estão a comprar casas em todos os lugares», apontou Luís Lima, presidente de uma associação de corretores em Lisboa ouvido pela agência. «Estes brasileiros são completamente diferentes dos que vieram para Portugal no passado. Pertencem a uma classe social mais elevada», acrescentou.

A Bloomberg não esquece, porém, o outro lado da moeda de ter o imobiliário no centro das atenções de investidores milionários estrangeiros.

«O boom do turismo, no imobiliário e os incentivos à imigração ajudou a economia a apresentar seu maior crescimento em quase duas décadas, mas também levou a uma reação entre os portugueses que se viram fora do mercado imobiliário à medida que a nova procura subiu os preços», sublinha a agência. Só em 2018, os preços médios para viver em Lisboa cresceram 23,5% enquanto o salário médio subiu 3,7%.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Macau: uma oportunidade ainda a descobrir
Alberto Carvalho Neto
Presidente da AJEPC
A importância da participação eleitoral nas comunidades
José Luís Carneiro
SECP
4 pilares para a prevenção de Alzheimer
George Perry
Diretor da Fac. de Ciências da Univ. do Texas
DISCURSO DIRETO
A preservação da memória e identidade da emigração portuguesa na toponímia
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Portugal a votos
José Caria, Diretor-Adjunto da PORT.com
PORTUGAL
Lusos em Luanda
Jack Soifer, Consultor Internacional
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ