ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Web Summit terá presença de 41 startups africanas
Revista PORT.COM • 31-Out-2019
Web Summit terá presença de 41 startups africanas



Na edição da Web Summit 2019, que será «a maior de sempre», estarão presentes 41 startups africanas, das quais cinco de Angola e uma de Cabo Verde, adiantou o cofundador, Paddy Cosgrave.

A Web Summit, que é considerada uma das maiores cimeiras tecnológicas, realiza-se em Lisboa entre 4 e 7 de novembro.

Questionado sobre o que se pode esperar da edição da Web Summit, Paddy Cosgrave destacou o "maior número de startups de sempre", cerca de 2.100.

Além disso, conta também com "mais 'startups' portuguesas" a fazer o 'pitch' (breve apresentação de uma empresa de três a cinco minutos) no palco principal "de sempre", acrescentou.

De África chegam 41 startup', das quais "cinco de Angola e uma de Cabo Verde", referiu.

O Egito conta com a presença de 13 startups, a Tunísia e o Quénia três cada uma e África do Sul apresenta-se com uma, só para dar alguns exemplos.

A título de curiosidade, a Polónia vai ter este ano 64 startups a marcarem presença na Web Summit.

"O número tem vindo a crescer, de mais partes do mundo, está mais diversificado", afirmou o cofundador do evento.

Paddy Cosgrave esteve no Palácio de Belém na semana passada, no âmbito de um encontro entre o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e os representantes das startups que vão marcar presença na Web Summit, e adianta que já se assiste a uma mudança.

"Há três anos todas as startups eram portuguesas, os fundadores eram portugueses e todos eram homens", afirmou.

Na semana passada, quase metade das startups eram fundadas por mulheres e "40% não são portuguesas".

As startups "mudaram-se para Portugal da Suíça, França, Alemanha, Dinamarca, Canadá, Estados Unidos, Brasil, Índia, Paquistão" e esta tendência "é fantástica", salientou.

O evento deste ano "tem mais espaço" e "está fantástico", disse, adiantando esperar 70.000 pessoas.

Nesta edição, Paddy Cosgrave destacou a maior presença de sempre de "chineses e japoneses" e "menos britânicos".

Aliás, o Reino Unido "é o único país que baixou", afirmou, considerando que "o Brexit deve ter alguma coisa a ver com isso".

Esta "será a melhor Web Summit de sempre", rematou Cosgrave.

Fundada em 2010 por Paddy Cosgrave e os cofundadores Daire Hickey e David Kelly, a Web Summit é um dos maiores eventos de tecnologia, inovação e empreendedorismo do mundo e evoluiu em menos de seis anos de uma equipa de apenas três pessoas para uma empresa com mais de 150 colaboradores.

A cimeira tecnológica, que nasceu em 2010 na Irlanda, vai manter-se em Lisboa até 2028, depois de, em novembro do ano passado, ter ficado decidida a permanência da conferência em Portugal por mais 10 anos, após uma candidatura com sucesso da cidade de Lisboa.


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
As comunidades portuguesas e o desenvolvimento de Portugal
Berta Nunes
secretária de Estado das Comunidades
O desastre consular e o deputado das comunidades
José Cesário
, Deputado do PSD por Fora da Europa
A ameaça das Redes Sociais e a tomada de consciência
José Caria
Diretor-adjunto da PORT.COM
DISCURSO DIRETO
Mensagem de Natal
Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República
PORTUGAL
O português que conquistou notoriedade na PGR do Brasil
Alcides Martins, PGR do Brasil
PORTUGAL
Sagres e Luso:Tradição e Modernidade
Nuno Pinto Magalhães
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ