ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Carlos Moedas vence Prémio Universidade de Coimbra 2020
Revista PORT.COM • 08-Fev-2020
Carlos Moedas vence Prémio Universidade de Coimbra 2020



O engenheiro civil, economista e político Carlos Moedas é o vencedor do Prémio Universidade de Coimbra 2020, uma das mais relevantes distinções nas áreas da ciência e da cultura, no valor de 25 mil euros, que conta com o patrocínio do Banco Santander, através do Santander Universidades.

Nascido em Beja, em 1970, Carlos Manuel Félix Moedas é licenciado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico, tem um MBA pela Harvard Business School e fez carreira como economista. No entanto, após ter sido Secretário de Estado Adjunto do primeiro ministro no XIX Governo Constitucional (2011-2014), foi como Comissário Europeu para a Investigação, Inovação e Ciência (entre 2014-2019) que se distinguiu nos últimos anos, influenciando claramente o panorama do ensino superior em Portugal e em todo o continente.

A construção de uma rede europeia pró-inovação, investigação e ciência foi um dos marcos do seu mandato, permitindo alcançar um recorde financeiro para a Investigação e a Inovação no programa Horizonte Europa 2021-2027. Atualmente, Carlos Moedas é Administrador Executivo da Fundação Calouste Gulbenkian, Membro do Conselho de Administração do Instituto Jacques Delors, Membro do Conselho Consultivo da Iniciativa “Futuros da Educação” da UNESCO e Membro do Conselho Consultivo do projeto Reimagine Europa.

O nome do vencedor foi anunciado esta sexta-feira (dia 7) na Reitoria da Universidade de Coimbra pelo reitor Amílcar Falcão, em conferência de imprensa. O galardão vai ser entregue no dia 1 de março, na sessão solene comemorativa do 730.º aniversário da Universidade. 

Criado em 2004, o Prémio Universidade de Coimbra distingue anualmente uma personalidade de nacionalidade portuguesa que se tenha afirmado por uma intervenção particularmente relevante e inovadora nas áreas da cultura ou da ciência. O júri do Prémio é presidido pelo Reitor Amílcar Falcão e tem como vice-presidentes Inês Oom de Sousa, Administradora do Banco Santander Totta, e Domingos de Andrade, Diretor do Jornal de Notícias.


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ