ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Covid 19: Portugal faz quase nove mil testes de diagnóstico por dia
Revista PORT.COM • 13-Abr-2020
Covid 19: Portugal faz quase nove mil testes de diagnóstico por dia



Entre 1 de março até a última sexta-feira, foram feitos em Portugal 151.113 testes de diagnóstico da covid-19, dos quais 17.083 (11,3%) foram positivos, revelou o Ministério da Saúde. Desde 1 de abril, têm sido feitos, em média, 8900 testes diários de diagnóstico do novo coronavírus.

A tutela explica que para este domingo tem disponíveis cerca de 900 mil testes, “que serão de imediato” distribuídos pelas administrações regionais de saúde e Regiões Autónomas, “de acordo com as necessidades identificadas”.

Portugal recebeu no sábado 900 mil testes de diagnóstico da covid-19, mas não os ‘kits’ de extração, “um dos componentes essenciais à realização dos testes”, segundo a ministra da Saúde em conferência de imprensa.

“Recebemos [sábado] um voo com mais 900 mil testes de diagnóstico e 220 mil zaragatoas. Não recebemos ainda os ‘kits’ de extração, também necessários à realização dos testes, um dos componentes essenciais à realização dos testes. Estávamos à espera destes ‘kits’ de extração que ainda não chegaram, cuja entrega foi adiada e que esperamos que se concretize na semana que começa amanhã [segunda-feira]”, disse a ministra.

No mesmo voo chegaram “mais um milhão de máscaras cirúrgicas e 700 mil máscaras respiradores, os FFP2”. “Hoje recebemos também um voo com doações diversas. Para esta semana que se vai iniciar está previsto mais um conjunto de novas entregas”, acrescentou.

Também atrasada está a entrega de 508 ventiladores que deviam ter chegado a Portugal, vindos da China, no final da última semana. “Os 508 ventiladores que adquirimos e cuja entrega estava prevista acontecer até ao final desta semana, da qual vos demos conta na semana passada, quando chegaram 144 ventiladores, está atrasada”, disse Marta Temido.

No domingo, Portugal registava 504 mortos associados à covid-19, mais 34 do que no sábado, e 16.585 infetados (mais 598), indica o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

O relatório da situação epidemiológica, com dados atualizados até às 24:00 de sábado, indica que a região Norte é a que regista o maior número de mortos (280), seguida pelo Centro (120), pela região de Lisboa e Vale Tejo (91) e do Algarve, com nove mortos. São quatro óbitos nos Açores.

Relativamente a sábado, em que se registavam 470 mortos, agora observa-se um aumento percentual de 7,2% (mais 34). De acordo com os dados disponibilizados pela DGS, há 16.585 casos confirmados, mais 598, o que representa um aumento de 3,7% face a sábado.

Das mortes registadas, 327 tinham mais de 80 anos, 108 tinham idades entre os 70 e os 79 anos, 48 entre os 60 e os 69 anos, 16 entre os 50 e os 59 anos e cinco óbitos na faixa entre os 40 e os 49 anos.

Em relação às 16.585 pessoas infetadas pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), a grande maioria, 15.408 (mais 596 do que no sábado), está a recuperar em casa, estando internadas 1.177 pessoas (mais duas), 228 (menos cinco) das quais em Unidades de Cuidados Intensivos.

Os dados da DGS precisam que o concelho de Lisboa é o que regista o maior número de casos de infeção pelo coronavírus (890), seguida do Porto (885 casos), Vila Nova de Gaia (796), Matosinhos (682), Gondomar (681), Braga (621), Maia (588), Valongo (479), Ovar (409) e Sintra com 394 casos.

Desde o dia 1 de janeiro, registaram-se 136.243 casos suspeitos, dos quais 3.611 aguardam resultado dos testes.

O boletim epidemiológico indica também que há 116.047 casos em que o resultado dos testes foi negativo e que o número de doentes recuperados aumentou para 277 (eram 266).

A região Norte continua a registar o maior número de infeções, totalizando 9.747, seguida pela região de Lisboa e Vale do Tejo, com 3.841 casos, da região Centro (2.426), do Algarve (279) e do Alentejo com 139 casos.

Há ainda 94 pessoas infetadas com o vírus da covid-19 nos Açores e 59 na Madeira.

A DGS regista também 25.041 contatos em vigilância pelas autoridades de Saúde (menos 391 do que no sábado).

A faixa etária mais afetada pela doença continua a ser a dos 40 aos 49 anos (2.895), logo seguida dos 50 aos 59 anos (2.891), dos mais de 80 anos (2.461), dos 30 aos 39 anos (2.324) e dos 60 aos 69 anos (2.073).

Há ainda a registar 283 casos de crianças até aos nove anos, 430 de jovens com idades entre os 10 e os 19 anos e entre os 20 e os 29 anos há 1.711 casos.

Os dados indicam também que há 1.517 casos de pessoas com idades entre os 70 e os 79 anos. Globalmente, há em Portugal 9.682 mulheres infetadas pelo novo coronavírus e 6.903 homens.

Segundo o relatório da Direção-Geral da Saúde, 167 casos resultam da importação do vírus de Espanha, 123 de França, 75 do Reino Unido, 45 da Suíça, 43 dos Emirados Árabes Unidos, 31 Andorra, 29 Itália, 27 Brasil, 20 dos EUA, 17 dos Países Baixos e Argentina, 15 da Austrália, 10 da Alemanha, nove da Bélgica, oito da Áustria, seis do Canadá e quatro da Índia.

O boletim dá ainda conta de quatro casos importados do Egito e outros quatro de Cabo Verde, três da Guatemala, três da Tailândia e outros três de Israel, dois da Irlanda, da Jamaica, do Luxemburgo, de Malta, do Chile e do Paquistão.

Foram ainda importados um caso da Alemanha e Áustria, Alemanha e Irlanda, Azerbaijão, China, Cuba, Dinamarca, Indonésia, Irão, Japão, Maldivas, Marrocos, México, Noruega, Polônia, Qatar, República Checa, Singapura, Suécia, Ucrânia, Turquia e Venezuela.


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ