ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

EDP junta-se a sete empresas e lança programa mundial de aceleração de startups
Revista PORT.COM • 11-Jan-2017
EDP junta-se a sete empresas e lança programa mundial de aceleração de startups



A EDP juntou-se a sete empresas de vários países para criar o Free Electrons, um acelerador de startups ligadas à energia limpa. As candidaturas estão abertas.

A EDP juntou-se a sete empresas dos setores de produção, transporte, distribuição e comercialização de energia de países como a Austrália, Singapura, Alemanha e EUA para promover um programa global de aceleração de startups. Chama-se Free Electrons e procura recrutar pequenas empresas ligadas à energia.

O objetivo é "impulsionar a próxima geração de ideias em energia limpa, eficiência energética, mobilidade elétrica, digitalização e serviços de apoio ao cliente a pedido". Para isso, as startups selecionadas pelo programa Free Electrons participam em três módulos separados com duração de uma semana, que estarão focados na adoção de inovação pelas utilities. Segundo a EDP, estes módulos vão decorrer em São Francisco/Silicon Valley, Lisboa, Dublin e Singapura.

As startups interessadas podem inscrever-se em freelectrons.co até 28 de fevereiro. O período de seleção decorre em março e as 12 startups selecionadas vão ser conhecidas no início de abril.

O programa Free Electrons foi iniciado por oito utilities internacionais, AusNet Services, Dubai Electricity and Water Authority (DEWA), ESB (Electricity Supply Board), EDP (Energias de Portugal), innogy, Origin Energy, Singapore Power (SP) e Tokyo Electric Power Company (TEPCO), com o apoio de dois parceiros aceleradores, New Energy Nexus e swissnex San Francisco.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ