ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Consultora portuguesa George traça o perfil aos mais apetecíveis mercados de emprego
Revista PORT.COM • 17-Fev-2017
Consultora portuguesa George traça o perfil aos mais apetecíveis mercados de emprego



A empresa especializada na assessoria de executivos na procura de novos projetos profissionais em Portugal e no estrangeiro partilha informação sobre alguns dos mercados de emprego potencialmente mais apetecíveis para os executivos portugueses.

A GEORGE Recruiters & Career Change Consultants, empresa especializada na assessoria de executivos na procura proactiva de novos projetos profissionais em Portugal e em diversos países da Europa, África e Golfo Arábico, foi uma das dezenas de empresas apresentadas no “I Encontro de Investidores da Diáspora”, que decorreu no final do ano passado, em Sintra, com organização da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas.

Jorge Fonseca, o especialista em assessoria de executivos que, em abril de 2015, fundou esta consultora, partilhou com a Revista PORT.COM informação sistematizada dos mercados de emprego potencialmente mais apetecíveis para os executivos portugueses: Irlanda, Reino Unido, Angola, Moçambique, Emirados Árabes Unidos, Qatar e Arábia Saudita.

 

Irlanda

- 4,6 milhões de habitantes: um milhão e meio em Dublin e 500 000 em Cork, a segunda maior cidade

- Vivem no país mais de 5 000 portugueses, número que tem vindo a crescer

- Taxa de Desemprego: 9,3%, que tem vindo a decrescer significativamente

- Nove em cada dez multinacionais de IT tem sua sede europeia na Irlanda: Google, Apple, Amazon e Linkedin são exemplos disso

- Oito em cada dez multinacionais farmacêuticas e de medical devices tem sede europeia

na Irlanda

- Considerada a economia com maior crescimento na Europa.

 

Reino Unido

- 63,7 milhões de habitantes

- Vivem mais de 700 000 portugueses e lusodescendentes

- Taxa de Desemprego: 5,3%

- Mercado de emprego muito flexível e com grande apetência para a contratação de estrangeiros

- Londres é uma das três principais capitais financeiras do mundo, que representa cerca de 40% do PIB do Reino Unido; na City, a zona financeira londrina, mais de um terço da população ativa é estrangeira

 

Angola

- 24,38 milhões de habitantes

- Cerca de 200 000 portugueses

- 40 000 a 45 000 angolanos em Portugal

- PIB cresce mais de 6% por ano

- 7º maior fornecedor de Portugal e 4.º maior comprador

- Grande carência de quadros qualificados

- Mais de 8 000 empresas portuguesas exportam regularmente para Angola

- O capital angolano investido em Portugal tem aumentado exponencialmente

- Um crescente número de empresas estrangeiras procura empregar quadros portugueses nas suas operações em Angola.

 

Moçambique

- 25,2 milhões de habitantes

- Cerca de 30 000 portugueses

- PIB cresce a 7,5% por ano, uma das maiores taxas de crescimento da África subsariana

- País social e politicamente muito estável

- Falta de profissionais qualificados e com quotas rigorosas para a contratação

- Cerca de 2 200 empresas portuguesas exportam para Moçambique.

 

Emirados Árabes Unidos

- 5,7 milhões de habitantes

- 70% dos habitantes são estrangeiros, incluindo 120 000 cidadãos do Reino Unido e 3 000 portugueses

- PIB de 401,6 mil milhões USD (Taxa de Crescimento Real: 3,6 %/ano)

- PIB per capita: 64.500 USD

- Terceiro maior exportador mundial de petróleo

- Economia aberta, muito cosmopolita, com um elevado rendimento per capita e um

considerável excedente comercial anual

- Continua a realizar avultados investimentos em todo o tipo de infraestruturas.

 

Qatar

- País do tamanho do Alentejo

- 2,2 milhões de habitantes

- 87% dos habitantes são estrangeiros

- 83% da população reside em Doha, a capital

- PIB de 210 mil milhões USD (Taxa Crescimento Real: 6.1%/ano)

- PIB per capita: 143 400 USD

- Taxa de Desemprego: 0.4%

- O maior PIB per capita do mundo e uma taxa de desemprego insignificante.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
Açorianos no mundo
Daniel Bastos
Historiador
InPortugal 2020 Paris quer desenvolver nova rede de embaixadores
Ricardo Simões
Diretor do InPortugal
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ