ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Garrafas de Alvarinho com selo de garantia exportadas para os EUA
Revista PORT.COM • 12-Abr-2017
Garrafas de Alvarinho com selo de garantia exportadas para os EUA



A adega cooperativa de Monção, com 1.600 associados daqueles dois concelhos do Alto Minho, é “um dos maiores produtores” da região.

As primeiras 30 mil garrafas de Alvarinho com selo de garantia próprio da sub-região Monção e Melgaço, foram produzidas esta semana na adega de Monção e têm como destino o mercado americano, anunciou o presidente da Comissão dos Vinhos Verdes.

A propósito do ato simbólico que marcou o arranque da certificação dos vinhos verdes produzidos nos dois concelhos do Alto Minho, Manuel Pinheiro sublinhou que aquela sub-região “é a primeira no país a ter um selo de garantia próprio”.

“Trata-se de um passo fundamental na afirmação dos vinhos verdes produzidos na sub-região”, sustentou o presidente Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV).

Manuel Pinheiro acrescentou que “as 30 mil garrafas de Alvarinho, da marca Muralhas, engarrafadas na Adega Cooperativa de Monção e que receberam o selo de garantia vão ser exportadas para os Estados Unidos da América (EUA) “.

O selo integra o Plano de Promoção da Sub-região de Monção e Melgaço, elaborado na sequência da publicação da portaria 152/2015 que veio regulamentar o alargamento da produção de Alvarinho aos 47 concelhos que integram a Região dos Vinhos Verdes (RVV).

Aquela legislação resultou de um acordo alcançado em janeiro de 2015 pelo Grupo Trabalho do Alvarinho (GTA), constituído pelo anterior governo PSD-CDS e liderado CVRVV, para negociar a denominação daquele vinho, cuja exclusividade de produção era detida por aquela sub-região desde 1908.

Manuel Pinheiro frisou ainda que, ao abrigo daquele plano, “vão ser investidos 500 mil euros por ano, durante seis anos, na promoção dos vinhos verdes produzidos naquela sub-região”.

Segundo aquele responsável, este ano a aposta vai ser no mercado nacional, através da realização de campanhas publicitárias e de promoção em grandes superfícies, participação em feiras de vinho e ações de formação dirigidas a produtores e a restaurantes”.

A partir de 2018, adiantou Manuel Pinheiro, a promoção dos vinhos verdes da sub-região Monção e Melgaço será alargada aos mercados internacionais”, apostando essencialmente naqueles para onde Portugal exporta mais vinho verde.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
Monumentos ao emigrante em Portugal
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ