ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Licor Beirão reforçou exportações com recente vaga de emigração
Revista PORT.COM • 29-Abr-2017
Licor Beirão reforçou exportações com recente vaga de emigração



O Licor Beirão vende 3,5 milhões de garrafas por ano, sendo um quinto da produção para o mercado externo, após as exportações terem chegado aos 24% em 2013, revelaram os responsáveis da empresa da Lousã.

Com a crise económica iniciada em 2008, a que se seguiu nos anos posteriores “uma vaga de emigração” de portugueses, especialmente jovens e para países europeus, a exportação deste licor "aumentou significativamente", disse à Lusa o sócio-gerente José Redondo.

“Os novos emigrantes foram os nossos grandes embaixadores”, confirmou o filho, Daniel Redondo, diretor-geral da empresa do distrito de Coimbra, destacando que “onde há portugueses há Licor Beirão”.

Nos últimos anos, a exportação do produto, líder do mercado nacional de bebidas espirituosas, cresceu sobretudo para França, Luxemburgo e Suíça, uma tendência secundada pelos Estados Unidos da América e sempre alimentada pelo “mercado da saudade” das comunidades portuguesas.

“O pico deste crescimento verificou-se há quatro anos, quando as nossas exportações de 2013 rondaram os 24%”, sublinhou Daniel Redondo.

A fábrica da J. Carranca Redondo, na Quinta do Meiral, produz 30 mil garrafas de licor por dia e emprega cerca de 70 pessoas, incluindo os 18 trabalhadores que integram a Meiral – Companhia Espirituosa, uma empresa de distribuição criada pela família Redondo, em 2012.

Hoje, dia em que o falecido fundador, José Carranca Redondo, faria 101 anos, a empresa da Lousã lança no mercado um novo produto, o Beirão d’Honra.

A garrafa é igual à do licor, mas em vidro transparente, enquanto a bebida é produzida à base de aguardente vínica envelhecida em casco de carvalho, com mais baixo teor de açúcar e os aromas do Licor Beirão.

“Levámos um ano a afinar a fórmula deste novo produto”, explicou o diretor financeiro da empresa, Ricardo Redondo, outro dos netos do fundador.

O Beirão de d’Honra foi apresentado durante uma visita de jornalistas à fábrica do Meiral, integrada num programa comemorativo do centenário do nascimento de José Carranca Redondo, em 29 de maio de 1916.

A iniciativa incluiu o lançamento de um livro com a história da marca, do fundador da empresa e dos herdeiros.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A relação entre Portugal e a sua Diáspora...
José Luís Carneiro
Implicações políticas da participação eleitoral nas comunidades
Paulo Pisco
Deputado do PS
Porque não te calas?
José Caria
Diretor-Adjunto PORT.com
DISCURSO DIRETO
ENTREVISTA
Berta Nunes, secretária de Estado das Comunidades
PORTUGAL
ENTREVISTA
António Saraiva, Presidente da CIP
PORTUGAL
ENTREVISTA
Luís Faro Ramos, Presidente do Camões I.P.
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ