ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Garland já fatura 15,6 milhões de euros em Espanha e Marrocos
Revista PORT.COM • 23-Jun-2017
Garland já fatura 15,6 milhões de euros em Espanha e Marrocos



Aproximadamente dois anos e meio após o arranque do seu processo de Internacionalização, 14% da faturação do Grupo Garland provém já dos mercados estrangeiros em que marca presença.

A atividade transitária da empresa portuguesa, uma das principais no setor de transportes, logística e navegação, começou em Casablanca, Marrocos, em maio de 2014. Três meses depois, o Grupo avançava com a agência de navegação Ocidenave España em Barcelona e Valência. A atividade no país vizinho acabaria ainda por ser alargada no ano seguinte aos Trânsitos, a operar a partir da capital catalã.

Segundo um comunicado enviado pela empresa, em 2016, o volume de negócios do Grupo foi de 112 milhões de euros, dos quais 15,6 milhões procedem das operações fora de Portugal.

Apesar de recentes, as subsidiárias internacionais têm vindo a conquistar negócios importantes.

“Em comparação com muitas outras empresas, iniciámos tarde o nosso processo de internacionalização, porque a nossa prioridade era o mercado nacional, que exigia todos os nossos recursos. Optámos, por isso, por mercados que nos são próximos e que conhecemos melhor, mas que nos dão uma dimensão ibérica, com extensão ao norte de África. Consideramos que temos um projeto internacional consolidado e com grande potencial de crescimento”, explica Peter Dawson, presidente do Conselho de Administração do Grupo Garland.

Com uma faturação de mais de 1 milhão em 2016, a Garland Maroc “tem tido um bom crescimento” no setor dos produtos químicos e no setor frutícola.

“Tratou-se de um investimento fundamental na estratégia de internacionalização do grupo. Marrocos é um mercado vizinho com 33 milhões de habitantes, estabilidade e com potencial de crescimento no futuro próximo”, afirma Peter Dawson. Segundo o responsável, o balanço das operações no Norte de África é, aliás, excelente: “desde que a empresa arrancou que estamos a verificar um crescimento sustentado, com um leque de clientes, também ele, em crescendo”.

No ano passado, a empresa movimentou 2.000 TEUS de carga marítima e 12 toneladas de carga aérea.

 

Espanha excede expetativas

A agência marítima Ocidenave España movimentou, em 2016, 70 navios e um total de 22.336 TEUS. Além disso, tem batido recordes de carregamentos, nomeadamente para a Melfi Marine Corporation, nos portos de Barcelona e de Valência. Na Península Ibérica movimentou perto de 30.000 TEUS e, passou a disponibilizar um serviço semanal, em vez do quinzenal antes existente.

Correspondendo a este desempenho do Grupo no país vizinho, a Garland decidiu em 2015 alargar a sua ação à área de Trânsitos. Com uma estratégia assente numa progressão segura com um crescimento sustentando e preços competitivos, 70% do negócio está dedicado à exportação de bens de Espanha sobretudo para o Mediterrâneo e o Médio Oriente. As importações provêm essencialmente de países do Extremo Oriente.

No segundo ano de atividade, a Garland Tránsitos quase triplicou o volume de negócios, passando de uma faturação de mais de 633 mil euros para 1,8 milhões de euros. 


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
O Observatório dos Lusodescendentes
Daniel Bastos
Historiador
La Lys: Celebrações com sentido reparador
Paulo Pisco
Deputado do PS
Ser português fora é ter Portugal dentro
Isabelle Coelho-Marques
Presidente da NYPALC
DISCURSO DIRETO
A Oriente nada de novo?
José Caria
PORTUGAL
“Acreditem no potencial que existe nas comunidades”
Isabelle Coelho-Marques
PORTUGAL
“Não foi por acaso que Portugal foi o melhor destino do mundo em 2017”
Pedro Machado
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ