ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Emigrantes portugueses enviaram mais dinheiro para casa
Revista PORT.COM • 22-Set-2017
Emigrantes portugueses enviaram mais dinheiro para casa



Remessas dos emigrantes subiram 30% em julho face ao mesmo mês do ano passado, com os trabalhadores portugueses nos PALOP a enviarem mais quase 60% que em julho de 2016.

As remessas dos emigrantes subiram 30% em julho face ao mesmo mês do ano passado, com os trabalhadores portugueses nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) a enviarem mais quase 60% que em julho de 2016.

De acordo com os dados do Banco de Portugal, os emigrantes enviaram para Portugal 364,7 milhões de euros, o que representa uma subida de 30,01% face aos 280,5 milhões enviados em julho de 2016.

Em sentido inverso, os imigrantes em Portugal enviaram para os seus países de origem 40,9 milhões de euros, o que representa uma descida de 9,3% face aos 45,1 milhões enviados em julho do ano passado.

Como é habitual, os portugueses em França, com 105 milhões, e na Suíça, com 96 milhões, foram os que mais contribuíram em volume para este aumento, registando subidas face a julho do ano passado a rondar os 30%.

Olhando apenas para os PALOP, o aumento é ainda mais acentuado: em julho, estes emigrantes enviaram para Portugal 32,8 milhões de euros, o que representa um acréscimo de 59,9% face aos 20,5 enviados em julho do ano passado.

Angola, como habitualmente, representa a esmagadora maioria das transferências, sendo responsável por 32,08 dos 32,85 milhões de euros que representam a totalidade das verbas enviadas dos PALOP.

A verba que os trabalhadores nacionais em Angola mandaram para Portugal subiu 63,7%, o que é quase diametralmente oposto à redução de 47,8% das verbas enviadas em julho pelos angolanos a trabalhar em Portugal.

Já os africanos lusófonos enviaram 3,25 milhões de euros em julho, o que equivale a uma descida de 17,7% face aos 3,95 milhões enviados um ano antes. 


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
As vivências da emigração portuguesa nos palcos do teatro
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ